Em busca de voos maiores, Flamengo acredita em boas novas na Copa do Brasil

Mônica Garcia, do Rio de Janeiro, para o ESPN.com.br
Gilvan de Souza / Flamengo
Para Luxemburgo 'Existe a mania de deixar as coisas leves no Flamengo, mas o foco continua o mesmo'
Para Luxemburgo 'Existe a mania de deixar as coisas leves no Flamengo, mas o foco continua o mesmo'

O discurso está afinado no Flamengo. O objetivo do rubro-negro carioca é permanecer na séria A do Campeonato Brasileiro em 2015. Mas com os ventos soprando a favor, já que restam dez partidas para o fim da competição - e segundo cálculo do técnico Vanderlei Luxemburgo, com 45 pontos o time não cai para a série B, ou seja, precisa vencer três partidas, ou duas vitórias e dois empates - a porta foi aberta para voos maiores na Copa do Brasil.

O rubro-negro encara o América-RN, no jogo de volta da Copa do Brasil, na noite de quarta-feira, no Maracanã, às 22h (de Brasília), com transmissão ao vivo do canal ESPN. Para avançar às semifinais depende apenas do empate em casa, já que venceu o confronto de ida por 1 a 0.

O Mecão vem ao Rio com nada menos que 20 desfalques e novo treinador, Roberto Fernandes, que volta ao clube potiguar em um momento delicado do time na série B, que luta para não cair. Mas para o meia-campista Gabriel é preciso tomar cuidado com o time alvirrubro, que venceu no mesmo estádio o Fluminense por 5 a 2.

"A Copa do Brasil é uma possibilidade que se abriu para gente. O clima alegre é bom, mas temos que ter todo cuidado possível. Vai ser um jogo muito difícil. Temos que pensar na classificação, independentemente de quem jogue. Quem está no Flamengo tem condição. O América-RN é uma equipe traiçoeira e já mostrou contra o Fluminense. Muda a competição e temos que ter todo cuidado", falou o jogador.

Felipe Ximenes: 'Não trabalhamos com possibilidade de saída de Luxemburgo'; veja a entrevista

Luxemburgo que sempre pregou cautela sobre a Copa do Brasil, afirmando, principalmente, que o foco é fugir da zona de rebaixamento no Brasileiro, procura cortar qualquer entusiasmo em excesso sobre os próximos passos na competição. Mas não perde o foco em um trabalho que vem sendo realizada aos pouco, degrau por degrau.

"Antes do Figueirense, estávamos mais para baixo do que para cima, preparando para uma pancadaria. Depois de dois jogos, o Flamengo virou candidato a título na Copa do Brasil. Conhecendo o clube, tem que ter cuidado. O torcedor precisa saber que o jogo é decisivo. Assim como não tem constituição no futebol que dizia que o Cruzeiro não perderia dois jogos seguidos, não tem a que garanta a nossa classificação. Existe a mania de deixar as coisas leves no Flamengo, mas o foco continua o mesmo. Quem vai ao jogo, não é para ver uma festa, mas para ajudar o time a passar de fase" disse o técnico.

Até os cartolas do clube procuram afinar o discurso. O diretor-executivo Felipe Ximenes afirmou que Luxemburgo nunca colocou o Flamengo fora da Copa do Brasil, apenas defendeu que o foco era a permanência na série A.

"A partir de um momento que você está em uma competição de mata-mata, você se colocar fora da disputa, é uma insanidade. E o Vanderlei em momento algum se colocou fora da disputa da Copa do Brasil. Se buscarmos qualquer declaração que ele deu, ele sempre disse que o foco, a prioridade, é a disputa do Campeonato Brasileiro, é à saída da "confusão", como muito feliz ele colocou a situação que o Flamengo estava" concluiu Ximenes.

Comentários

Em busca de voos maiores, Flamengo acredita em boas novas na Copa do Brasil

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.