Artilheiro do interior só está vivo porque viatura da PM apareceu na hora certa

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br, e Vladimir Bianchini, da Rádio ESPN
Thiago Calil/Agência Botafogo
Carlão Comemora Gol Botafogo-SP Copa Paulista 30/08/2014
Carlão já fez oito gols na Copa Paulista pelo Botafogo de Ribeirão Preto

Um dos artilheiros da Copa Paulista em 2014, o centroavante Carlão, do Botafogo de Ribeirão Preto, por muito pouco não veio ao mundo para marcar seus gols. Há 22 anos, quando estava para nascer, ele deu sorte que uma viatura da Polícia Militar passou na hora certa para acudir sua mãe, dona Izabel, que estava sozinha em casa.

"Minha mãe estava de nove meses, a qualquer momento eu podia nascer. Numa tarde em casa, acabou estourando a bolsa, meu pai estava trabalhando e a gente não tinha nenhum parente próximo. Bateu o desespero, ela saiu correndo pra rua pedindo ajuda para os vizinhos, se alguém podia levar para o hospital. Nessa hora, por coincidência ou ajuda de Deus, passou uma viatura da Polícia, que a socorreu na hora", contou o atacante, em entrevista à Rádio ESPN.

Por muito pouco, aliás, ele não nasceu dentro do veículo da PM.

"Deu tempo de chegar no hospital e nascer lá mesmo, mas até hoje o pessoal brinca dizendo que eu quase vim ao mundo dentro do camburão", brincou o camisa 11.

Até agora, Carlão fez oito gols em 14 jogos na Copa Paulista, média de 0,57 gol/partida. O que o motiva é jogar pelo clube do qual ele é torcedor, o próprio Botafogo, já que o atleta é nascido em Ribeirão Preto e desde criança acompanhava os jogos da equipe tricolor no estádio Santa Cruz.

"Quando fui contratado, disse que era um sonho realizado, porque nasci em Ribeirão e torço para o Botafogo, assim como minha família, meus amigos. Vários ídolos meus saíram daqui. É uma honra enorme vestir a camisa desse clube", festejou.

Rogério Moroti/Agência Botafogo
Carlão Comemora Gol Botafogo-SP Mirassol Copa Paulista 30/08/2014
Carlão festeja: ele é o artilheiro do Botafogo-SP

Apesar de ter nascido na cidade do interior paulista e ter feito base no "Botinha", Carlão não teve chance de atuar pelo clube antes. Rodando pelo Brasil, acabou mostrando seu faro de gol no Paulista de Jundiaí, equipe pela qual faturou a Copa Paulista em 2011, fazendo o gol do título em cima do Comercial, grande rival do Botafogo em Ribeirão Preto.

"Fazer gol é bom, no Comercial é melhor ainda (risos). Quando fiquei sabendo que ia jogar contra eles, na minha cidade, até arrepiei. Queria estar jogando pelo Botafogo, mas foi bom que pelo menos o Paulista tinha as mesmas cores [vermelho, branco e preto]. Estava numa noite muito feliz e fiz o gol do título", lembrou.

Comentários

Artilheiro do interior só está vivo porque viatura da PM apareceu na hora certa

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.