Com arbitragem polêmica, Juventus bate a Roma, segue 100% e lidera sozinha o Italiano

ESPN.com.br
Veja os gols de Juventus 3 x 2 Roma

No duelo para decidir o melhor time do início do Campeonato Italiano, a Juventus levou a melhor sobre a Roma. Neste domingo, em disputa direta pela ponta, a equipe de Turim manteve os 100% de aproveitamento e fez 3 a 2 na rival, em jogo quente, marcado por polêmicas de arbitragem.

Os gols da Juventus foram marcados por Carlitos Tevez, duas vezes, aos 27 e aos 48 minutos do primeiro tempo, e Bonucci, já aos 41 da etapa final. Pela Roma, marcaram Totti, aos 32, e Iturbe, aos 44, também da primeira metade da partida.

Os dois tentos de Tevez foram marcados em cobranças de pênaltis que geraram reclamações dos visitantes. Nos dois casos, a Roma reclamou muito com o árbitro Gianluca Rocchi que as infrações teriam acontecido fora da área. O técnico Rudi Garcia chegou a ser expulso em uma delas.

A primeira polêmica aconteceu após Maicon cortar cobrança de falta de Pirlo com a mão. Inicialmente, o juiz assinalou falta, mas depois, ao ver a própria marca da barreira dentro da área, apontou a marca da cal. Na batida, Tevez mostrou categoria, colocando a bola no canto oposto do goleiro Skorupski.

Cinco minutos mais tarde, foi a vez da Juventus reclamar. Em cruzamento na área, Totti se embolou com Lichtsteiner, o árbitro viu o "abraço" do jogador suíço e apontou a penalidade. Na cobrança, o capitão da Roma esbanjou categoria, também deslocando o goleiro Buffon.

Getty
Totti e Pirlo no clássico: veteranos imprescindíveis para Roma e Juventus
Totti e Pirlo, os veteranos de Roma e Juventus

Logo depois, o zagueiro Holebas e Tevez ajudaram a esquentar o jogo, se desentendendo após uma disputa pelo alto e trocando empurrões no chão. Com 33 minutos de partida, cinco jogadores já tinham recebido cartão amarelo - o grego e o argentino, porém, passaram impunes no lance.

No fim do primeiro tempo, mais dois gols. Aos 44, Iturbe virou para a Roma, aproveitando assistência de Gervinho. Dois minutos depois, nova polêmica, quando Pogba foi derrubado por Pjanic. Mais uma vez, os visitantes reclaram que a falta aconteceu fora da área. Novamente, Tevez fez.

No segundo tempo, o ritmo frenético diminuiu, e tudo parecia encaminhado para o empate. A quatro minutos para o término do tempo regulamentar, porém, Bonucci resolveu mudar a história, enchendo o pé de fora da área, aproveitando o corte parcial da defesa após cobrança de escanteio.

Depois do gol, o clima do clássico voltou a esquentar, e Morata, que havia acabado de entrar, e Manolas acabaram expulsos. Os dois, que se desentenderam na lateral do campo e trocaram empurrões, desencadearam grande confusão, que interrompeu o jogo por alguns minutos. 

Getty
Roma reclamou muito da arbitragem na derrota
Roma reclamou muito da arbitragem na derrota

Agora, a Juventus lidera com 18 pontos, com seis vitórias em seis rodadas. A Roma fica com o segundo lugar, com três pontos a menos. Na próxima rodada, líder e vice voltam a campo, respectivamente, contra Sassuolo e Chievo, times que lutam contra a degola.

Além de dar vantagem na briga pela liderança do Calcio, a vitória fez com que a Juventus alcançasse um recorde no Italiano, com a maior sequência de triunfos seguidos em casa, com 22. Nos últimos 30 jogos em seu estádio, onde a Roma nunca venceu, a Velha Senhora venceu 28 e só empatou dois.

Comentários

Com arbitragem polêmica, Juventus bate a Roma, segue 100% e lidera sozinha o Italiano

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.