Emanuel marca duas vezes, Bahia vence Fla e se afasta da degola

ESPN.com.br
Veja os gols de Bahia 2 x 1 Flamengo 

Respira, Bahia. Mais uma vez em casa, desta vez com o apoio de 37 mil torcedores na Fonte Nova, o Bahia venceu a segunda partida seguida no Brasileiro, desta vez sobre o Flamengo, por 2 a 1, com dois gols de Emanuel Biancucchi. Eduardo da Silva descontou para os rubro-negros.

O novo triunfo alivia o Bahia e faz o time chegar aos 29 pontos no Campeonato Brasileiro, subindo duas posições. Em 14º na tabela, o time está quatro pontos acima do primeiro time da zona de rebaixamento, o Palmeiras. Já o Flamengo caiu uma posição na tabela e agora é o 11º colocado, com 31 pontos.

Na próxima rodada, o Bahia enfrenta o Fluminense no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, no sábado. No mesmo dia o Flamengo enfrenta o Santos no Maracanã. Antes, porém, o Rubro-Negro entra em campo na quarta-feira, pela Copa do Brasil, contra o América-RN, na Arena das Dunas.

O jogo

O Bahia, em casa, começou melhor. Estava mais atento ao início do jogo, buscava jogadas rápidas e atacar pelas pontas, encurralando o Flamengo. O time carioca era sonolento. Tentava algumas escapadas sem inspiração com Everton e dava campo ao Tricolor de Aço.

Com o jogo corrido, o Flamengo logo teve um desfalque por lesão. Wallace deu um pique, sentiu fisgada em uma das coxas e teve de ser substituído com 13 minutos por Chicão. Uma troca que mudou o jogo...para o Bahia.

Logo em seguida, aos 17 minutos, Railan jogou bola na direita para Henrique, que girou como quis em cima de Samir e cruzou para a área. Emanuel Biancucchi aproveitou o cochilo incrível de Chicão na pequena área e tocou para o fundo do gol. Bahia 1 a 0.

Minutos depois, em novo cruzamento na área, Emanuel quase fez o segundo, ao tocar de cabeça no canto esquerdo de Paulo Victor, que conseguiu pular e fazer boa defesa. O Bahia era melhor, dominava e o Flamengo pouco fazia. o time rubro-negro passou a apostar nos chutes de longe. Márcio Araújo, Luiz Antonio e Everton tentaram, mas Marcelo Lomba encaixou todas as bolas. Com um jogo mais equilibrado, o primeiro tempo chegou ao fim.

Na volta para a segunda etapa, Vanderlei Luxemburgo tentou dar mais velocidade ao time trocando o inoperante Elton por Gabriel. Não deu nem tempo de analisar se a mudança fora a boa. Com apenas dois minutos, Railan foi lançado na área, pela direita e foi derrubado por João Paulo, sem freio ou senso de marcação. Pênalti indiscutível que Emanuel Biancucchi cobrou bem aos três minutos para ampliar. Bahia 2 a 0.

A maior vantagem acomodou o Bahia e deu mais espaços para o Flamengo, que passou a ser mais presente. Everton levava o time à frente e tentava as jogadas com João Paulo. E tome bola na área para tentar uma jogada com Eduardo da Silva, agora como centroavante. De tanto insistir, deu certo. Aos 16 minutos, João Paulo recebeu a bola e cruzou bem para a área. Eduardo da Silva acertou a passada e cabecou no contrapé de Marcelo Lomba. 2 a 1.

A bola rolou e, de novo, lá foi o Flamengo pela esquerda. Mais uma vez com João Paulo para Eduardo da Silva na grande área. Mas dessa vez o brasileiro naturalizado croata foi bem marcado e cabecou para fora. O Bahia, ameaçado, decidiu voltar para o jogo. Maxi fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. Chicão se enrolou de forma bisonha e a bola sobrou para Henrique chutar forte, na pequena área. Para sorte do Flamengo, Paulo Victor estava atento e, no reflexo, afastou o terceiro gol com o pé.

O jogo tinha panorama imprevisível. Mas o Bahia começou a cansar. Gilson Kleina tirou Maxi e colocou William Barbio em busca de maior velocidade. No Flamengo, Luxemburgo sacou Eduardo da Silva para a entrada de Arthur. Aos 29 minutos, Léo Moura cobrou falta na área e Samir subiu bem, de cabeça, e mandou rente à trave direita de Marcelo Lomba.

O jogo era corrido e o Flamengo, com ataque mais leve e veloz, pressionava o Bahia. Rondava, rondava a área, mas não conseguiu espaço pra finalizar. Ao Bahia interessavam os contra-ataques. Aos 37 minutos, William Barbio disparou pelo lado direito, cruzou para a área e Henrique, de frente para o gol, furou feio, perdendo ótima oportunidade.

No fim da partida, o Bahia tentava controlar os nervos e manter a posse de bola, embora demonstrasse dificuldade com a pressão exercida pelo Flamengo, mais com bolas alçadas na área. Mas o Tricolor de Aço segurou a onda e abocanhou a segunda vitória consecutiva em casa.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2X1 FLAMENGO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 28 de setembro de 2014
Horário: 16h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: José Javel Silveira (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Público e renda: 36.452 pagantes / 37.393 presentes / R$ 1.066.013,00
Cartão amarelo: Uellinton (BAH)
Gols: Emanuel Biancucchi (BAH), aos 17 minutos do primeiro tempo e aos três minutos do segundo tempo e Eduardo da Silva (FLA), aos 16 minutos

BAHIA: Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Lucas Fonseca e Guilherme Santos; Uelliton, Rafael Miranda, Diego Macedo (Pará) e Emanuel Biancucchi (Fahel); Maxi Biancucchi (William Barbio) e Henrique
Técnico: Gilson Kleina

FLAMENGO: Paulo Victor; Léo Moura, Wallace (Chicão), Samir e João Paulo; Márcio Araújo, Luiz Antonio, Canteros e Everton; Eduardo da Silva (Arthur) e Elton (Gabriel)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

 

Comentários

Emanuel marca duas vezes, Bahia vence Fla e se afasta da degola

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.