Rival é dispensado, e kicker brasileiro será o primeiro do país a atuar na NFL

ESPN.com.br
Getty
Cairo Santos será o primeiro brasileiro da história da NFL
Cairo Santos será o primeiro brasileiro da história da NFL

Depois do corte de Maikon Bonani, a esperança de ter o primeiro brasileiro na história da NFL permanece viva com o kicker Cairo Santos.

Neste sábado, o Kansas City Chiefs anunciou os jogadores dispensados e a lista final do elenco de 53 jogadores que irão iniciar a temporada regular da NFL. E o nome de Cairo Santos não estava entre os cortes.

Ryan Succop, kicker dos Chiefs nas últimas temporadas e rival de Santos, estava na lista de cortados.

O jogador de 22 anos nascido em São Paulo será o primeiro brasileiro na história a atuar na NFL. Santos e Succop tiveram uma competição acirrada durante a pré-temporada, e a decisão ficou nos detalhes.

A vantagem para o brasileiro sobre seu concorrente também é financeira. Succop tem mais três anos de contrato com um valor total de US$ 9,4 milhões (R$ 21,6 milhões). Kansas City está só US$ 4,3 milhões (R$ 9,8 milhões) acima do teto salarial da NFL, e a franquia pode querer uma maior flexibilidade para os próximos anos.

Por isso, ao ficar com Cairo Santos, já que um contrato de um kicker calouro gira em torno dos US$ 500 mil (R$ 1,1 milhão) por ano, os Chiefs economizariam dinheiro. "Um dos fatores que me favorece é o salário, mas eu não me preocupo com isso", disse Santos, ao ESPN.com.br, no começo deste mês.

Até hoje, o máximo que o Brasil conseguiu foi ter dois representantes na pré-temporada (Santos e Bonani), onde os jogos não são oficiais.

A estreia de Cairo Santos na NFL será no domingo, dia 7 de setembro, diante do Tennessee Titans, com transmissão ao vivo da ESPN+.

Já o brasileiro Maikon Bonani foi dispensado pelo Tennessee Titans pela segunda vez seguida.

Bonani, de 25 anos, entrou na pré-temporada sendo cotado como favorito para suceder o veterano Rob Bironas, mas acabou indo mal nas partidas, em especial com a sua precisão nos chutes de field goal, e perdeu a vaga.

O brasileiro acertou 3 de 4 field goals que tentou e 3 dos 4 extra points também. Travis Coons, calouro que não foi draftado, ficará com a vaga nos Ttians por enquanto.

A má fase de Bonani fez com que os Titans chamassem os veteranos Jay Feely, Garrett Hartley e Rian Lindell para treinar na última semana e poderiam até assinar com algum deles.

Os 32 times da NFL tem até este sábado para diminuírem seus elencos de 75 para 53 jogadores.

Comentários

Rival é dispensado, e kicker brasileiro será o primeiro do país a atuar na NFL

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.