Após sofrer goleada, 'Chiqui' Arce deixa o comando do Cerro Porteño

ESPN.com.br
Getty
'Chiqui' Arce ficou no comando do Cerro Porteño por um ano e cinco meses
'Chiqui' Arce ficou no comando do Cerro Porteño por um ano e cinco meses

A goleada sofrida para o Guaraní por 4 a 1, no último sábado, encerrou o ciclo de Francisco 'Chiqui' Arce à frente do Cerro Porteño. Neste domingo, em reunião com a diretoria, o treinador entregou seu cargo, o que foi aceito. Assim, depois de um ano e cinco meses, o ex-lateral de Grêmio e Palmeiras deixou o clube de coração.

"É oficial. Estivemos reunidos, nos colocamos em acordo e fechamos um ciclo espetacular no qual conseguimos um campeonato invicto", afirmou o diretor de futebol do clube de Assunção, Daniel Prieto, em entrevista à rádio 970 AM.

Arce, de 43 anos, termina seu terceiro trabalho como técnico - começou no pequeno Rubio Ñú, foi alçado à seleção paraguaia, foi demitido e então assumiu o Cerro. Ele conquistou o Clausura do Campeonato Paraguaio de forma invicta em 2013.

Segundo o zagueiro Víctor Hugo Mareco, "dói muito esta situação".

"Ele se despediu de quase todos. A verdade é que a decisão foi estranha. Ela foi tomada de maneira muita rápida", disse o jogador também à rádio 970 AM.

Comentários

Após sofrer goleada, 'Chiqui' Arce deixa o comando do Cerro Porteño

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.