Zagueiro marca no fim, Figueirense vence Chapecoense e deixa a zona de rebaixamento

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Gazeta Press
Zagueiro Marquinhos (esq.) marcou o gol salvador do Figueirense
Zagueiro Marquinhos (esq.) marcou o gol salvador do Figueirense

O Figueirense respira aliviado. Em um clássico disputado na Arena Condá, o Alvinegro catarinense precisou de 41 minutos no segundo tempo para marcar com o zagueiro Marquinhos e vencer a Chapecoense por 1 a 0. O resultado tira o time do técnico Argel Fucks da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Caso tivesse empatado ou perdido, o Figueira terminaria a 14ª rodada na lanterna da competição.

O Figueirense, agora, é o 16º colocado, com 13 pontos, mesmo número de Botafogo, Bahia e Flamengo, que abrem o Z-4. O lanterna é o Coritiba, com 12. A Chapecoense, por sua vez, segue na zona intermediária da tabela, mas viu a distância para os times de baixo diminuir um pouco. A equipe é a 13ª, com 15 pontos.

No próximo domingo, a Chapecoense visita o Vitória, às 18h30 (de Brasília), no Barradão. Mais tarde, às 18h30, o Figueirense encara o Atlético-MG, no Orlando Scarpelli.

O jogo

A equipe da casa dominou as ações no início da partida e pressionou o Figueirense no campo de defesa, dificultando a saída de bola dos alvinegros.

Apesar disso, os anfitriões tinham dificuldade em criar e demoraram a assustar pela primeira vez. Apenas aos 24 minutos, em chute de longa distância, Dedé obrigou Tiago Volpi a voar e fazer grande defesa.

O Figueirense acordou, equilibrou as ações e não demorou a responder. Aos 29 minutos, Jean Carlos dominou na área e só não marcou porque Danilo saiu na bola. Na sequência, o goleiro da Chape fez uma defesa incrível em cabeceio do zagueiro Marquinhos, à queima-roupa.

Para o segundo tempo, o Figueirense voltou com uma mudança, mas foram os anfitriões que retornaram mais ativos. Logo aos quatro minutos, Fabinho Alves invadiu a área e bateu rasteiro. A bola passou muito perto da trave.

Depois dos 20 minutos, os treinadores mexeram em seus times. No Figueira, Clayton foi a novidade. Na Chape, Ednei e Maílson. As mudanças surtiram mais efeito no time da casa, que passou a se movimentar bem no campo de ataque. Ednei obrigou Tiago Volpi a fazer boa defesa ao 24 minutos.

Aos poucos, o Figueirense equilibrou o jogo. Na bola parada, os alvinegros acharam o gol a poucos minutos do fim da partida. Aos 42, Marquinhos aproveitou bola mal afastada pela defesa da Chape em cobrança de escanteio e completou para a rede, decretando o placar final.

FICHA TÉCNICA:
CHAPECOENSE 0 X 1 FIGUEIRENSE

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 10 de agosto de 2014, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Igor Junior Benevenuto (MG)
Assistentes: Nadine Schramm Camara Bastos e Helton Nunes (ambos de SC)
Cartões amarelos: Rafael Lima e Zezinho (Chapecoense); Marquinhos (Figueirense)
Gol: Marquinhos, aos 41 minutos do 2º tempo;

CHAPECOENSE: Danilo; Fabiano, Rafael Lima, Jaílton, Neuton (Ednei); Wanderson, Dedé (Mailson), Zezinho e Abuda; Bruno Rangel (Leandro) e Fabinho Alves.
Técnico: Celso Rodrigues.

FIGUEIRENSE: Tiago Volpi; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno, Cereceda; Luan, Rivaldo, Marco Antônio, Léo Lisboa (Giovanni Augusto); Ricardo Bueno (Marcão) e Jean Carlos (Clayton).
Técnico: Argel Fucks.

Comentários

Zagueiro marca no fim, Figueirense vence Chapecoense e deixa a zona de rebaixamento

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.