Documentário paraguaio defende que índios Guaranis inventaram o futebol

ESPN.com.br com Agência EFE
Reprodução
Futebol pode ter sido inventado por índios no Paraguai, defende documentário
Futebol pode ter sido inventado por índios no Paraguai, defende documentário

Um documentário paraguaio, escalado para o próximo Festival de Mar del Plata, na Argentina, volta a levantar uma hipótese pouco conhecida sobre a origem do futebol: a de que o esporte foi inventado pelos índios guaranis, no atual Paraguai, dois séculos antes de o mesmo ser regulamentado no Reino Unido. Intitulado "Los Guaraníes Inventaron el Fútbol" (Os Guaranis Inventaram o Futebol", em tradução livre), o documentário reforça essa surpreendente teoria por meio do testemunho de um de seus principais defensores, o sacerdote espanhol Bartomeu Meliá, um estudioso da cultura guarani convencido de que o esporte nasceu concretamente na cidade paraguaia de San Ignacio Guazú, a primeira das missões fundadas pelos jesuítas no Rio da Prata.

Desta forma, a teoria defendida pelo jesuíta acabou sendo revertida em imagens por Marcos Ybáñez, o realizador do documentário com pouco mais de 11 minutos de duração, que, após seu trabalho de pesquisa e rodagem com Meliá, acabou por compartilhar essa mesma tese. "O que faço é situar sua teoria para que se possa aprofundar e retificar a história do futebol, porque todos os dados sugerem que os guaranis das missões jesuítas tinham o costume de se agrupar todos os domingos para jogar bola com o uso exclusivo de seus pés", disse Ybañez em entrevista à Agência Efe.

O diretor, com base em seus encontros com Meliá, lembra que um dos documentos mais antigos que falam sobre a prática do futebol no Paraguai remete ao ano de 1639, com a publicação de "Tesoro de la Lengua Guaraní" ("Tesouro da Língua Guarani"), escrito pelo sacerdote Antonio Ruiz de Montoya. O livro citado, além de detalhar como os guaranis se divertiam praticando uma modalidade muito parecida com o futebol que conhecemos hoje, também recolhe o vocabulário usado pelos índios para denominar a bola de borracha e para o próprio esporte, conhecido entre os guaranis como "manga ñembosarai" (jogo de bola com os pés).

Outra das fontes consultadas por Meliá e divulgada por Ybañez é o livro "Las Misiones del Paraguay" ("As Missões do Paraguai"), publicado em 1771 pelo jesuíta José Cardiel e no qual aparece uma eloquente descrição de uma jornada dominical de futebol em uma das missões fundadas pela Companhia de Jesus. "Ao começar, atiram a bola ao alto, e a jogam com o peito do pé do mesmo modo que nós com a mão", descreveu Cardiel, que também aponta a existência de regras e apostas por parte do público e dos participantes.

A narração de Cardiel é praticamente igual a publicada anos depois, em 1793, por outro jesuíta, o catalão José Manuel Peramás, em seu "Platón y los Guaraníes" ("Platão e os Guaranis"), obra que analisa a utopia social que a ordem de Loyola experimentou no Paraguai. Com base nesses dados, outros entrevistados no documentário, como Antonio Betancor, pároco de San Ignacio Guazú, declaram taxativamente que a origem do futebol se encontra nessa cidade do departamento de Misiones.

"É uma realidade que queremos proclamar perante o mundo inteiro, que o futebol não começou na Inglaterra. O futebol, como o jogo com uma bola com os pés, nasceu aqui, em San Ignacio", assegura Betancor no documentário.

Uma afirmação compartilhada por todas as autoridades municipais de San Ignacio, onde, inclusive, existe um museu para reivindicar a paternidade futebolística da cidade. "Desde o prefeito até o último habitante de San Ignacio afirmam que a cidade é do futebol e isso já faz parte da conservação de sua identidade, que data da época das missões jesuíticas, fundada há 404 anos", explicou Ybañez. Ele acredita que seu documentário foi criado para "marcar um gol na história do futebol internacional", levando em conta que são os europeus que levam o mérito de sua criação e, mais concretamente, os britânicos, que definiram a primeira regulamentação em 1846, na cidade de Cambridge.

Segundo o diretor, se o futebol paraguaio atual se caracteriza por ser aguerrido, isso está ligado à sua origemgGuarani, uma virtude que, no entanto, não serviu para incluir o Paraguai na última Copa do Mundo, já que a seleção fez uma péssima eliminatória.

Ybáñez viajará à Argentina para exibir seu documentário na seção "Futebol nosso da cada dia" do Festival Internacional de Cinema Independente de Mar del Plata, que será realizado entre os dias 6 e 9 de agosto.

Comentários

Documentário paraguaio defende que índios Guaranis inventaram o futebol

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.