De assistente de pedreiro à seleção brasileira, Gemerson sonha com vaga no Mundial

Lucas Turco, do ESPN.com.br
Lucas Turco/ESPN
Gemerson treina com a seleção e tenta conquistar uma vaga no Mundial
Gemerson treina com a seleção e tenta conquistar uma vaga no Mundial

Se perguntassem a Gemerson em 2009 o que ele estaria fazendo nos dias de hoje, a resposta provavelmente seria menos otimista do que a realidade. Nascido em Lençóis, no interior da Bahia, o jovem deixou a vida de assistente de pedreiro para seguir seu sonho de se tornar jogador de basquete e, em cinco anos, já alcançou até a seleção brasileira.

Germeson é um dos escolhidos pelo técnico Rúben Magnano para compor a equipe brasileira que se prepara para o Mundial que será realizado na Espanha entre 30 de agosto e 14 de setembro com transmissão dos Canais ESPN e do WatchESPN. No entanto, o percurso até o Clube Sírio, onde os treinos estão sendo realizados, foi longo.

"Meu pai é pedreiro e como eu não fazia nada em casa eu resolvi ajudá-lo. Eu corria para trabalhar com ele, depois corria para a quadra e então voltava correndo para ajudar nas obras. Essa era minha rotina. Eu tinha mais ou menos 15 anos. Depois que eu decidi mesmo pelo basquete, parei de ajudar meu pai", contou o jogador.

EFE
Magnano chamará mais dois nomes para a seleção
Magnano chamará mais dois nomes para a seleção

"Eu comecei no basquete em Lençóis mesmo e fui chamado para a seleção baiana sub-17 logo com 15 anos. Depois, fui para Minas Gerais com 16 anos, joguei o campeonato sub-17 lá e, então, fui para São Paulo para disputar o último ano de juvenil", declarou Gemerson.

Em Minas, o atleta viveu em São Sebastião do Paraíso defendendo o Paraíso Basquetebol. Lá, conquistou tudo que disputou e chamou a atenção do Paulistano, que o contratou no fim de 2011. Na equipe de São Paulo, Gemerson ajudou o time a chegar à inédita final do NBB na última temporada, quando perdeu para o Flamengo.

Foi assim, de tijolo em tijolo, que Gemerson, de 21 anos, construiu sua carreira e agora tem um dois principais desafios. Com duas vagas abertas na equipe brasileira que disputará o Mundial, o jogador fica na expectativa para  ver se o técnico Rúben Magnano vai chamá-lo.

Se surgir a oportunidade, eu vou tentar agarrar com todas as forças

Gemerson

"Fiquei muito feliz quando recebi esse convite para ajudar a seleção nos treinamentos. Estar com os melhores jogadores do Brasil, absorvendo um pouco da experiência e conversando todo dia é muito bom. Têm muitas histórias de superação também. Como atleta e como pessoa é muito gratificante estar ajudando. A expectativa para saber se serei convocado é das melhores, mas primeiro eu tenho que pensar em treinar bem e ajudar o grupo. Se surgir a oportunidade, eu vou tentar agarrar com todas as forças", finalizou o atleta.

Comentários

De assistente de pedreiro à seleção brasileira, Gemerson sonha com vaga no Mundial

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.