Senador propõe fiscalização das contas da CBF pelo TCU

ESPN.com.br com agência EFE
Getty
Senador Álvaro Dias apresentou o projeto nesta segunda: CBF, de Marin, seria mais fiscalizada
Álvaro Dias apresentou o projeto nesta segunda: CBF, de Marin, seria mais fiscalizada

Um projeto de lei apresentado nesta segunda-feira pelo senador Álvaro Dias (PSDB-PR) pretende aumentar o controle público sobre as contas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O projeto propõe que a CBF, apesar de ser uma entidade privada, envie relatório ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) do Ministério da Fazenda sobre qualquer movimentação financeira que ultrapasse os R$ 5 mil. Além disso, o texto sugere que a entidade tenha uma única conta bancária para facilitar o controle sobre as suas movimentações financeiras.

Outra obrigação da entidade seria apresentar os balanços financeiros anuais ao Tribunal de Contas da União (TCU) e informar trimestralmente às autoridades monetárias todas as operações financeiras realizadas no exterior.

Além disso, se o projeto for aprovado, os contratos da CBF, incluindo os com os patrocinadores, terão que ser públicos e divulgados na internet.

Em discurso no plenário do Senado, um dia depois da final da Copa do Mundo, o senador disse que o projeto de lei evitaria que o dinheiro da CBF seja usado para receber vantagens fiscais, e utilizado para o "enriquecimento de alguns".

O projeto de lei também define punição de até cinco anos de prisão para cambistas. Nesta Copa, várias pessoas foram presas nos arredores dos estádios pela venda ilegal de ingressos.

Comentários

Senador propõe fiscalização das contas da CBF pelo TCU

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.