Andrés diz que demitir Mano foi erro, detona Del Nero e dispara: 'Manter Felipão é loucura'

Camila Mattoso e Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
Reuters
Scolari
Andrés Sanchez diz que manter Felipão no cargo seria 'loucura' da CBF

Ex-diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez não engoliu bem a goleada por 7 a 1 sofrida pelo Brasil para a Alemanha, na última terça-feira, pela semifinal da Copa do Mundo. O cartola pediu a imediata saída de Luiz Felipe Scolari do comando da seleção.

"Eles são loucos se deixarem o Felipão. Se o deixarem (no cargo), vai mostrar ainda mais que o futebol está em péssimas mãos. Tem que mudar tudo, tudo, tudo, da cabeça aos pés. Para o torcedor, esse 7 a 1 é para se esconder. Vergonhoso. Foi uma humilhação", opinou, em entrevista ao ESPN.com.br.

Andrés também afirmou que demitir Mano Menezes, em novembro de 2012, foi um erro da CBF: "O maior erro de todos foi ter tirado o Mano Menezes. Esse foi um erro vergonhoso. Porque acabaram com um planejamento que estava sendo feito há algum tempo. Se não tiver planejamento, não vai ganhar nunca mais (a Copa)", disparou.

De acordo com o ex-presidente do Corinthians, o futebol brasileiro já não é mais dominante no planeta, e só voltará ao topo do mundo se tiver "planejamento" e "honestidade". Algo que não será possível, na opinião de Andrés, com Marco Polo Del Nero no comando da CBF.

"Se o futebol não se planejar, não tiver honestidade, não vai ganhar nunca mais. O futebol brasileiro ja não é o melhor do mundo há muito tempo. Só que eles (cúpula da CBF) não se tocam disso. O futebol tem um futuro negro pela frente com o Marco Polo Del Nero. E eu não vou ajudar em nada porque não faço nada com esse sujeito", declarou.

"Assumir a seleção é gelada"

Para o ex-diretor da CBF, Luiz Felipe Scolari errou tanto na escalação contra a Alemanha quando no excesso de folgas concedidas aos atletas antes e durante a Copa do Mundo. Além disso, criticou a "Neymardependência" da seleção.

"Era óbvio que ele não iria colocar o time que ele treinou. A imprensa não sabe nada. Você tem que fazer as contas, saber quantas vezes eles treinaram durante o tempo que ficaram concentrados. Deve ter algo de errado aí. O Neymar é um jogador fora de série, mas é só mais um jogador. Não vai fazer tudo", ressaltou.

"Tem que mudar a imprensa também. Vocês não ajudam", completou.

EXCLUSIVO: 'Tendência é que CBF proponha continuidade a Felipão e Parreira', revela PVC

Andrés também disse não ter nomes para indicar ao comando técnico da seleção brasileira. O ex-mandatário corintiano considera, aliás, uma "gelada" assumir o time no atual momento.

"Eu não tenho ninguém pra indicar pra ser técnico. E não indicaria nenhum amigo meu para essa gelada. Assumir a seleção é gelada. (Se for convidado) Eu espero que o Tite não assuma. O Marco Polo pode mudar de ideia a qualquer momento e vai tirá-lo de la. Ele cisma e manda embora, como fez com Mano Menezes", afirmou.

Despreparo, arrogância e incompetência: erros e problemas da Copa de 1966 revividos em 2014; assista
Faltou respeito com o povo: ao invés de carta, Parreira deveria ter pedido desculpas; veja a análise
'Eu sei que essa dupla é nefasta', diz Trajano sobre Marin e Del Nero
Comentários

Andrés diz que demitir Mano foi erro, detona Del Nero e dispara: 'Manter Felipão é loucura'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.