Para CBF, Zuñiga ofendeu Neymar antes de dar a joelhada

André Linares, Camila Mattoso, Lucas Borges e Paulo Cobos, de Belo Horizonte
Getty
Zuñiga minimizou o lance ríspido responsável por tirar Neymar da Copa
Zuñiga minimizou o lance ríspido responsável por tirar Neymar da Copa

A Confederação Brasileira de Futebol juntou mais algumas evidências para o pedido de punição a Juan Camilo Zuñiga pela joelhada que deu em Neymar - o brasileiro teve a terceira vértebra fraturada e está fora da Copa do Mundo. Para a entidade, além de ter tido a intenção de fazer a falta, o colombiano teria feito ofensas ao camisa 10 brasileiro antes da agressão.

Segundo apuração da reportagem com pessoas ligadas ao caso, o jurídico da CBF tinha enviado apenas alguns pedaços de vídeos na representação para a Fifa no domingo de manhã, mas resolveu mandar outras imagens, com o lance inteiro, que sugerem que houve uma conversa entre eles antes do craque da seleção de Luiz Felipe Scolari ser atingido.

A entidade máxima do futebol brasileiro deu a resposta sobre o episódio no início da tarde desta segunda-feira: não houve nenhuma punição para o jogador do time de José Peckerman, A diretoria de José Maria Marin já avisou que vai recorrer da decisão - também sofre a rejeição ao cancelamento do cartão amarelo para o capitão Thiago Silva. 

"Nós enviamos, sim, novas imagens. Se você observar o lance inteiro, vai perceber que houve uma conversa entre eles antes da joelhada acontecer. Na verdade, o Zuñiga fala algumas coisas para Neymar e nós entedemos como ofensas. Não sei se houve ameaça também, mas certamente o ofendeu. Como disse antes, no nosso entendimento foi intencional e revendo o lance inteiro chegamos a essa outra conclusão", disse Carlos Eugênio Lopes, diretor jurídico da CBF, para o ESPN.com.br.