Após elogio de Aidar, Morumbi passa vergonha com sala de imprensa

Francisco De Laurentiis, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br
ESPN.com.br
Sala Imprensa Morumbi Sem Luz Amistoso Seleção Brasileira 06/06/2014
Sala de imprensa do Morumbi no escuro após queda de luz

Após o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, encher o estádio do Morumbi de elogios, dizendo que o campo deveria ser usado na abertura da Copa do Mundo, o que se viu na sala de imprensa passou longe do "padrão Fifa". Durante o amistoso entre Brasil e Sérvia, os serviços básicos, como conexão de internet e televisão, não funcionaram. Em certo momento, ainda faltou luz.

A organização do setor de imprensa ficou a cargo de uma empresa terceirizada contratada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

A melhor opção para ficar conectado à internet era usar um dos vários cabos LAN disponibilizados pela organização da partida. A conexão funcionava bem até o início do duelo, quando caiu para nunca mais ser reestabelecida.

A alternativa era tentar uma das quatro redes Wi-Fi do local. Os computadores, tablets e smartphones até encontravam as redes, e por vezes até conseguiam a conexão, mas de maneira limitada, sem navegar.

Segundo o São Paulo, que era responsável pelo serviço de internet, "o problema foi externo, e não algo exclusivo do estádio - mas sim de todo o bairro -, sobre o qual nossos colaboradores de TI, que estavam a postos, começaram a trabalhar imediatamente para sanar".

O sinal de 3G e 4G (de responsabilidade das operadoras) também não era dos melhores, alternando momentos de funcionamento perfeito com outros de ausência total do serviço.

O pior momento, no entanto, foi quando a luz acabou na sala de imprensa, pouco depois do intervalo. Além de prejudicar a visibilidade, alguns jornalistas perderam o trabalho iniciado depois que seus computadores desligaram.

A pane na energia elétrica também tirou do ar as televisões do local, que são usadas para se observar os replays. Após a queda na força, elas ficaram fora do ar por alguns minutos, bem no momento em que Fred marcou o gol que abriu o placar. Cerca de 10 minutos depois, no entanto, voltaram a funcionar.

Os problemas irritaram alguns jornalistas estrangeiros que chegaram para cobrir a Copa do Mundo. "Sem internet, sem telefone, sem luz... Assim fica difícil! Espero que no restante do Mundial seja diferente", disse Diego Macías, enviado do argentino Olé.

Comentários

Após elogio de Aidar, Morumbi passa vergonha com sala de imprensa

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.