Belfort foi pego em exame antidoping e motivou proibição de TRT, diz comentarista

ESPN.com.br
Getty
Segundo Joe Rogan, comentarista do UFC, Vitor Belfort foi pego no antidoping em fevereiro
Segundo Joe Rogan, comentarista do UFC, Vitor Belfort foi pego no antidoping em fevereiro

A proibição do tratamento de reposição de testosterona (TRT) no UFC foi motivada por um exame surpresa realizado em Vitor Belfort em fevereiro, segundo Joe Rogan. O comentarista oficial do evento afirmou que o brasileiro teria sido pego com níveis elevados da substância na ocasião.

"Eles fizeram um exame aleatório com Vitor, e ele estava usando testosterona. Foi por essa razão que a testosterona foi banida. Tudo acabou quando Vitor testou positivo com a Comissão Atlética de Nevada. Antes, eles (comissão) estavam considerando uma exceção para ele", disse Rogan.

LEIA MAIS
Alheio à negociação, técnico diz que Jones ainda não treina para enfrentar Gustafsson
Filhos na escola e cinema em família; lesão faz Anderson Silva voltar à 'rotina de pai'

Como não havia pedido licença para lutar no estado de Nevada na época, Belfort optou por manter o resultado do exame em segredo, o que era um direito seu, pelo fato de o exame ter sido surpresa. A atitude, contudo, gerou desconforto no mundo do MMA, com suspeitas sobre o resultado positivo.

Dana White, presidente do UFC, já chegou a afirmar que o resultado do exame, realizado pouco antes da entre do World MMA Awards, era irrelevante no momento. Atualmente, o brasileiro tenta uma licença da Comissão de Nevada para lutar no UFC 175, em 5 de julho, contra Chael Sonnen.

Comentários

Belfort foi pego em exame antidoping e motivou proibição de TRT, diz comentarista

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.