O acesso complicado e a estreia das provisórias: o que deu certo e errado no novo teste da Arena

Camila Mattoso e Igor Resende, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br
Camila Mattoso / ESPN.com.br
Com a barreira para limitar a entrada aos arredores, torcedores se atrasaram para o jogo
Com a barreira para limitar a entrada aos arredores, torcedores se atrasaram para o jogo
Um teste dado como positivo, mas de novo com muitas ressalvas. A Fifa finalmente teve em mãos a Arena Corinthians para fazer um teste de funcionamento do estádio sob o seu controle. Na entrevista coletiva de balanço, todos tentaram passar o ar de sucesso. Mas o que se viu não foi bem isso.

LEIA MAIS
COL diz que provisórias não precisam de mais testes e garante: serão 100% seguras
Em novo teste, Corinthians recebe torcedores com 'padrão Fifa', mas sem cerveja
Na corrida contra o tempo, Arena Corinthians segue em obras mesmo enquanto a bola rola
2º jogo na Arena tem obras, 'invasão de bexigas' e sistema de som apressado
Sem naming rights, Andrés aposta em stand up, casamento e até em feira para pagar Arena

O grande problema do jogo deste domingo esteve no controle do acesso de pessoas aos arredores do estádio. A Fifa implementou o sistema pela primeira vez e apresentou falhas. A maior parte do problema foi no acúmulo de pessoas nos pontos de checagem de ingressos, o que ocasionou um atrasou e fez com que alguns torcedores só entrassem no estádio depois que o Corinthians já estava ganhando.

Mas a maior prova de que o sistema falhou foi que, mesmo com toda a burocracia, alguns torcedores sem ingresso conseguiram furar o bloqueio e até entrar no estádio.

O domingo também marcou a estreia das arquibancadas provisórias. O local funcionou bem, mas não deixou uma impressão tão boa porque o teste foi feito pela metade, ou até menos que pela metade - só um dos lados abriu e com capacidade de 50%.

Veja abaixo o que melhorou e o que piorou em relação ao primeiro teste:


  • ARQUIBANCADAS PROVISÓRIAS

O teste da arquibancada provisória finalmente aconteceu, mas foi longe do que todos desejavam. Por falta de alvará, o setor Norte não foi liberado. O lado Sul, por sua vez, recebeu apenas metade de toda a capacidade (5 mil pessoas). O ponto positivo é que toda parte operacional parece ter funcionado. E, segundo o Comitê Organizador Local (COL), os testes operacionais precisam acontecer apenas de um lado, já que os dois setores são idênticos.
Gazeta Press
Arquibancada provisória funcional de um lado e com metade da capacidade
Arquibancada provisória funcional de um lado e com metade da capacidade

  • ACESSO

Não funcionou! O primeiro - e único - teste com as barreiras que a Fifa vai montar para a Copa do Mundo fracassou em vários sentidos. Vários torcedores chegaram em um horário mais próximo da partida e acabaram enfrentando filas enormes nos arredores do estádio. Com direito a empurra-empurra e alguma confusão, muitos só conseguiram entrar depois da metade do primeiro tempo, quando o Corinthians já ganhava por 1 a 0. Por outro lado, também houve relatos de pessoas que conseguiram furar o perímetro e até entrar no estádio sem ter ingresso em mãos.

O COL tentou explicar a situação e disse que os problemas aconteceram por conta da divisão de responsabilidades com o Corinthians. O clube ainda era o responsável pela primeira checagem dos ingressos. Além disso, o jogo de hoje não contou com todos os setores de checagem que funcionarão na Copa - 40 após a estação Corinthians-Itaquera e mais 25 em Arthur Alvim.
Camila Mattoso
Bloqueios fizeram o público ser barrado antes de chegar a Arena, mas não funcionaram
Bloqueios fizeram o público ser barrado antes de chegar a Arena, mas não funcionaram
  • TRANSPORTE

De novo foi um dos pontos que mais recebeu elogios da organização da partida. Mais uma vez, metrô e trem foram os meios de transportes responsáveis por levar quase todos os torcedores à Arena. E o esquema foi repetido, com orientações para o uso do Expresso da Copa (trem) para que tivesse ingressos para o setor Leste e para o uso da estação Arthur Alvim (metrô) para quem fosse ficar do lado Oeste. Segundo relato do COL, o esquema teve números ainda melhores neste domingo.

  • TELEFONIA E 3G

De novo, não funcionou direito. Mas já houve uma melhora perceptível em relação à primeira partida diante do Figueirense. Desta vez, o sinal de wi-fi para a imprensa por exemplo, até funcionou enquanto a bola estava rolando, mas foi intermitente. O COL garante que isso não será um problema para a Copa. Ao menos para os jornalistas, que terão um sinal exclusivo de Internet, que já começará a ser instalado nesta semana.

  • TRIBUNA DE IMPRENSA
  •  

A tribuna de imprensa mais uma vez teve alguns pontos cegos, mas o pior foi a falta de tomadas para todos os jornalistas. Apenas quem possuía lugar para transmissão da partida tinha acesso às tomadas. Algo que não havia acontecido na partida contra o Figueirense.

  • SISTEMA DE SOM E TELÕES
  •  

Ambos funcionaram perfeitamente neste domingo, mas com algumas trapalhadas. Antes da partida, o telão errou a numeração do Botafogo e o locutor teve dificuldades para falar o nome de alguns jogadores da equipe carioca. Com a bola rolando, o deslize foi ainda maior. Telão e sistema de som anunciaram a saída de Jadson antes mesmo de o juiz autorizar a substituição corintiana. O vacilo deixou o comandante Mano Menezes irritado à beira do campo.

  • MOBILIDADE INTERNA

Mais uma vez foi um pouco difícil se achar nos elevadores da Arena Corinthians. Os anderes do visor não batiam com o que estava na parede. Os visores apresentam andares de -3 a 4, enquanto as placas indicam andares de 1 a 9.
Igor Resende / ESPN.com.br
Visor mostra andar -1,que não existe na lista de andares da parede
Visor mostra andar -1,que não existe na lista de andares da parede

  • ENTREVISTAS
  •  

Um esquema completamente foi armado neste domingo para a zona mista dos jogadores, algo muito próximo do que vai acontecer na Copa. Com padrão Fifa, cada atleta demorava 1,5 minuto para percorrer o trajeto, sem falar com os jornalistas. Também houve a divisão entre TV, rádio e impresso na hora das entrevistas, mas ainda foi pouco funcionou porque não havia demanda. A sala de coletivas funcionou mais uma vez sem problemas.

  • APARÊNCIA

A Arena Corinthians já teve um aspecto um pouco melhor neste domingo, mas ainda passa a sensação de que há muito a ser feito. As arquibancadas provisórias do lado Sul ganharam uma cobertura para esconder a ferragem, mas ainda faltam acabamentos em alguns pontos. A provisória Norte, que não foi utilizada, segue descoberta. Além disso, o estádio também já começa a ganhar alguns acabamentos da FIfa, com faixas tanto do lado de fora quanto do lado de dentro remetendo ao Mundial.
Camila Mattoso/ESPN.com.br
Estádio ganhou mais a cara da Fifa neste domingo
Estádio ganhou mais a cara da Fifa neste domingo

  • VOLUNTÁRIOS

O número de voluntários dobrou de 200 para 400 neste domingo e tudo funcionou bem mais uma vez. Ainda é claro que há alguns pontos desconhecidos pelas pessoas, mas o próprio COL admite que a perfeição só virá com o tempo. Mais uma vez, estavam bem equipados, com megafones e rádios para a comunicação, chegando a animar as pessoas que chegavam para assistir ao jogo. A educação e a boa vontade com o público compensaram as perguntas sem respostas.

  • STEWARDS

Também compareceram em maior número neste domingo (foram 800 contra 700 na estreia). No Mundial, o número passará de 1300, segundo o COL. Desta vez, os stewards tiveram que lidar com uma pequena confusão na provisória Norte, mas conseguiram solucionar bem o problema. Importante ressaltar, também, que o acompanhamento da torcida organizada corintiana foi feito pela Polícia Militar e não pelos seguranças particulares. Segundo o COL, algo que já estava programado ainda antes do jogo.

  • ALIMENTAÇÃO
  •  

A Arena ganhou mais opções de alimentação neste domingo e, de novo, tudo funcionou bem, com direito até a cartão de débito funcionando na provisória Norte, o setor que era a novidade do dia. Os preços continuam um tanto quanto salgado (R$ 8 um lanche de pernil, por exemplo), e a sala de imprensa segue com opções não tão fartas, mas ao menos já ganhou garrafas de água.

  • ENTULHOS

Os arredores da Arena seguiram com alguns entulhos e resquícios de obras, que poderiam muito bem ser usados como armas em caso de alguma confusão. A reportagem do ESPN.com.br chegou até fotografou que o estádio seguiu com pequenas obras mesmo durante a partida.

  • COBERTURA

Sem chuva, sem muitos testes com a cobertura. O ponto de destaque é que o Corinthians mudou o preço dos ingressos e quem ficou na parte inferior, a que fica sem a cobertura, teve as entradas mais baratas.

  • GRAMADO

O gramado é uma das unânimidades do estádio alvinegro e ganhou mais elogios neste domingo, inclusive de jogadores do Botafogo.

  • ILUMINAÇÃO

Mais uma vez, a iluminação da Arena foi impecável. Segundo os envolvidos na obra, a iluminação do estádio é melhor até do que é exigido pela Fifa.
Comentários

O acesso complicado e a estreia das provisórias: o que deu certo e errado no novo teste da Arena

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.