Após derrota na Copa do Brasil, Gilson Kleina deixa comando do Palmeiras

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
Paulo Nobre anuncia 'fim do ciclo' de Gilson Kleina no Palmeiras

Após a derrota por 2 a 1 para o Sampaio Corrêa, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil, o técnico Gilson Kleina deixou o comando do Palmeiras. A decisão foi tomada pela diretoria palestrina após reunião nesta quinta-feira, e divulgada no site oficial da equipe.

O treinador estava no Palestra Itália desde setembro de 2012, quando deixou a Ponte Preta para assumir o Palmeiras. Durante sua passagem, teve 56 vitórias, 20 empates e 29 derrotas. No ano passado, conquistou o título do Campeonato Brasileiro da Série B.

LEIA MAIS
Valdivia participa normalmente e faz graça em 1º treino sem Kleina
Antero Greco: 'Se não se mexer, Palmeiras tem time de 'centenada' e Série B'
Sampaio Corrêa vira sobre o Palmeiras e aumenta a pressão sobre Gilson Kleina
Kleina ataca incompetentes e 'engenheiros de obra pronta'
Henrique lamenta mais um gol que 'não adianta nada' no Palmeiras

Por meio de nota, o treinador disse que sente "orgulho" por ter comandado o Palmeiras e se despediu do clube e dos torcedores com uma mensagem de agradecimento e apoio.

"O Palmeiras foi um lugar onde eu tive a honra de trabalhar durante 20 meses. Me orgulho de ter ficado à frente da equipe em importantes momentos. Agradeço em especial a torcida, jogadores, funcionários, diretoria e a todos que sempre estiveram me apoiando e dando força em momentos difíceis, mas que com garra e força de vontade superamos e vencemos importantes etapas. Encerro esse ciclo e espero que o Palmeiras tenha muito sucesso e esteja sempre no lugar onde merece", declarou Kleina.

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
Gilson Kleina Palmeiras Sampaio Correa Copa do Brasil 07/05/2014
Kleina no Palmeiras: 56 vitórias, 20 empates e 29 derrotas

Sua estreia foi no dia 22 de setembro de 2012, com uma vitória por 3 a 1 diante do Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, no qual o clube do Palestra Itália seria rebaixado.

Surpresa
A saída pegou Kleina de surpresa, já que, logo após o revés no Maranhão, o próprio técnico disse não acreditar que seria dispensado pelos cartolas da equipe alviverde.

"São 20 meses de trabalho, não é possível que três jogos coloquem tudo a perder. Não é questão de proteger, mas de fazer de tudo para se reerguer. Acredito muito e quero ter muita força para reverter todo esse quadro e colocar o Palmeiras no topo", disse.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO, TABELA, NOTÍCIAS, FOTOS E VÍDEOS DO BRASILEIRÃO

"Quando eu não tiver energia e não entender que não posso extrair, tenho personalidade suficiente para dizer que o ciclo acabou. Mas estou muito motivado a dar continuidade, não entrego os pontos, vejo situação para reverter e construir uma equipe vitoriosa. Por mais que estejamos passando por resultados ruins, estamos reconstruindo a equipe e tenho certeza de que ela vai se organizar, só precisamos trabalhar", completou.

PVC critica planejamento do Palmeiras: 'Monta um time a cada quatro meses'; veja a análise

As três derrotas seguidas, contra Fluminense e Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, e Sampaio Corrêa, pela Copa do Brasil, acabaram custando o cargo a Kleina.

A diretoria palmeirense dará entrevista às 17h (horário de Brasília) para falar sobre a saída do treinador. O treino do time acontecerá normalmente, às 15h30.

O Palmeiras volta a campo neste sábado, às 18h30, para enfrentar o Goiás, pela 4ª rodada do Brasileirão. Enquanto não anuncia um novo técnico, a equipe será comandada pelo interino Alberto Valentim, que era auxiliar de Gilson Kleina desde janeiro.

Leia a nota publicada pelo Palmeiras em seu site oficial:

Gilson Kleina não é mais o técnico da Sociedade Esportiva Palmeiras. Após reunião na tarde desta quinta-feira (08), a diretoria do Verdão decidiu pela saída do treinador do comando da equipe. Kleina, que estava dirigindo o time alviverde desde setembro de 2012, obteve durante sua passagem pelo clube 56 vitórias, 20 empates e 29 derrotas.

A diretoria do Palmeiras irá se pronunciar sobre o caso às 17h, em entrevista na Academia de Futebol. O treino do time acontecerá normalmente, às 15h30. As coletivas do goleiro Fábio e do volante Renato, previamente marcadas para as 14h30 desta quinta (08), foram canceladas.

Veja os melhores momentos de Sampaio Corrêa 2 x 1 Palmeiras
Comentários

Após derrota na Copa do Brasil, Gilson Kleina deixa comando do Palmeiras

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.