Prêmios e torcedores 'libertam' Cruzeiro da Globo

Camila Mattoso, do ESPN.com.br
Gazeta Press
Cruzeiro troféu Atlético-MG final 130414
Cruzeiro conseguiu aumentar faturamento em 2013

O Cruzeiro teve uma conquista importante em suas finanças no ano passado. O clube conseguiu superar as receitas de cotas de direitos de transmissão com a arrecadação de bilheteria, sócio-torcedor e premiações, feito inédito entre os grandes brasileiros. Enquanto a TV pagou cerca de R$ 60 milhões, o time conseguiu aproximadamente R$ 63 milhões com os outros itens.

LEIA MAIS
Time da bola parada, Cruzeiro 'misto' vira contra Atlético-PR e segue invicto no Brasileiro

Segundo o torcedômetro, medidor de sócios do Movimento por um Futebol Melhor, da Ambev, a equipe mineira é a quarta no ranking, com mais de 58 mil registrados, perdendo apenas para Internacional, Grêmio e Flamengo, nesta ordem. 

"O Cruzeiro é um exemplo de um clube que tem uma arrecadação de TV mediana e buscou ajuda dos torcedores para superar essa questão. Em vez de ficar chorando por mais cota, ele foi buscar essa ajuda. O clube conseguiu evoluir em seus receitas apenas desse jeito, fazendo crescer o programa de sócios-torcedores do time. É o único dos grades que conseguiu fazer isso", afirmou Amir Somoggi, especialista em marketing e gestão esportiva.

Com um aumento de 60% nas receitas, o Cruzeiro superou em R$ 70 milhões o faturamento de 2012. No ano de conquista do título Brasileiro, o clube arrecadou cerca de R$ 190 milhões, contra R$ 120 milhões em 2012.

Vale lembrar que no início do ano passado, o zagueiro Dedé foi apresentado dentro de um dos supermercados da cidade, parceiro do programa da Ambev. A diretoria atribuiu a contratação ao aumento do número de sócios, o que deu uma maior poder de investimentos à equipe.

Comentários

Prêmios e torcedores 'libertam' Cruzeiro da Globo

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.