Derrota na Colômbia derruba Paulo Autuori no comando do Atlético-MG

Marcus Alves, do ESPN.com.br
Divulgação
Paulo Autuori durante treino do Atlético-MG
Paulo Autuori acabou demitido depois da derrota para o Atlético Nacional

A derrota de 1 a 0 para o Nacional de Medellín, no confronto de idas das oitavas de final da Libertadores, nesta quarta-feira, e a pressão dos torcedores resultaram na saída de Paulo Autuori do comando do Atlético-MG. A decisão foi tomada pelo presidente Alexandre Kalil e comunicada ainda na Colômbia pelo diretor de futebol do clube, Eduardo Maluf, que acompanhava a delegação na viagem.

LEIA MAIS
Victor salva, mas Atlético-MG perde no fim na Colômbia
Sede do Atlético-MG é pichada após derrota na Colômbia: 'Queremos raça'
Em Medellín, o fim da invencibilidade mentirosa do Galo sustentada por Victor
Desgaste deve fazer Atlético-MG desistir de levar caso Anelka para a Fifa

A troca foi confirmada pela assessoria de imprensa do Galo.

Segundo o ESPN.com.br apurou com cartolas do clube, Autuori acompanha o time na volta ao Brasil e não tem passagem para despedida em Belo Horizonte certa. Ainda não está definido quem ocupará o banco de reservas no domingo, contra o Grêmio, fora de casa, pelo Brasileiro.

O confronto de volta com o Nacional acontece na próxima quinta-feira, no estádio Independência. O Atlético-MG precisará vencer por dois ou mais gols para seguir adiante no torneio sul-americano e não enfrentar os pênaltis.

Esse foi o terceiro seguido da equipe sem vencer. Até aqui, ela não convence na temporada e, dentre outros problemas, enfrenta a má fase de Ronaldinho Gaúcho, que não consegue repetir o mesmo futebol de 2013 e entrou na mira da torcida. O mesmo aconteceu com outro ídolo do clube, Diego Tardelli, vaiado no fim de semana passado, durante o empate com o Corinthians, no Parque do Sabiá, em Uberlância.

Autuori assumiu o cargo no lugar de Cuca, que se transferiu para o futebol chinês após a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro. Ao todo, foram 23 jogos sob o comando do técnico, com 11 vitórias, nove empates e três derrotas. Na manhã desta quinta-feiras, os muros da sede do clube amanheceram com pichações pedindo a demissão do comandante e de Ronaldinho.

Esse é mais um fracasso do treinador. Depois da conquista da Libertadores e do Mundial com o São Paulo, em 2005, ele acumulou resultados ruins por Grêmio, Cruzeiro, Vasco e em seu retorno ao próprio tricolor paulista.

Veja o gol de Atlético Nacional 1 x 0 Atlético Mineiro
Comentários

Derrota na Colômbia derruba Paulo Autuori no comando do Atlético-MG

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.