Em palestra, Felipão crava os quatro do Chelsea na Copa

José Renato Ambrósio, de São Paulo (SP), com redação do ESPN.com.br
Em palestra, Felipão critica 'confusão' por Neymar e despista: 'Nem Murtosa sabe convocados'; veja

Em palestra na Universidade São Judas, em São Paulo, o técnico Luiz Felipe Scolari confirmou que levará os quatro jogadores brasileiros do Chelsea para a Copa do Mundo: David Luiz, Ramires, Oscar e Willian. O ex-atleta do Corinthians estava na briga por uma das últimas vagas no meio-de-campo da seleção, pois foi chamado pela primeira vez em novembro de 2013.

LEIA MAIS
Brasil vai enfrentar a Turquia em Istambul em novembro
Técnico da Bósnia admite série de dúvidas para convocação da Copa do Mundo
Blatter cita África do Sul como exemplo e pede otimismo com Copa no Brasil
Fifa anuncia locais das Fan Fests da Copa e confirma Recife

Questionado sobre as semifinais da Liga dos Campeões da Europa, Felipão disse: "Se fosse analisar para nós, seria bom que o Atlético de Madri passasse pelo Chelsea, porque teríamos os quatro mais descansados. Mas, na parte psicológica, os quatro seriam perdedores. Por isso, deixe que joguem e quem ganhar, ganhou."

O treinador da seleção brasileira, depois, confirmou que os quatro jogadores do Chelsea, além do volante Paulinho (Tottenham), estarão no Mundial em casa. "Conversei com cinco jogadores em Londres e passei confiança para eles. Falei: 'Vocês estão no meu grupo'".

Além deles, Scolari também comentou sobre os capitães da equipe e adicionou mais três nomes à lista final: "Já foram escolhidos o David Luiz... Então ele já deve estar convocado, né? Vamos lá: até a data da convocação final, os meus capitães são Thiago Silva, David Luiz, Julio César e Fred. Esses foram os que conversei de maneira mais forte durante as partidas que já fizemos."

Sobre Neymar - com lesão no pé esquerdo, não joga mais na temporada europeia -, Felipão se mostrou tranquilo e disse que a mídia coloca pressão inexistente sobre o atacante.

"Acho que vocês da imprensa estão fazendo muita confusão. Se vocês forem a Barcelona, vão ver que o Neymar está muito tranquilo. O time dele é que não está bem. E o Neymar faz parte de um grupo. Ele vai ser recebido na seleção da mesma maneira como sempre foi e vai se adaptar ao nosso estilo de jogo, que é diferente do Barcelona. E o Neymar, para se integrar, não precisa de nada. Tenho zero preocupação com ele", falou o treinador.

Comentários

Em palestra, Felipão crava os quatro do Chelsea na Copa

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.