José Serra rebate Juvenal Juvêncio sobre Morumbi: 'Ele não fala coisa com coisa'

ESPN.com.br
Juvenal: 'José Serra era contra Morumbi como sede da Copa por duas razões'

Para o ainda presidente são-paulino Juvenal Juvêncio, o ex-governador de São Paulo, José Serra, do PSDB, teve forte influência para o Morumbi ter ficado de fora da Copa do Mundo no Brasil. Nesta terça-feira, durante a gravação do programa Bola Da Vez, da ESPN Brasil, o mandatário do clube paulista foi enfático: 'O Serra foi completamente contra esse negócio de Morumbi (no Mundial)'.

LEIA MAIS:
Juvenal: 'Palmeirense Serra tirou Morumbi da Copa'
Fabrício reclama de novo afastamento e lembra que nem estava jogando
Muricy concorda com Felipão sobre liberação de sexo na Copa

Por meio de nota oficial divulgada por sua assessoria de imprensa, José Serra se pronunciou sobre o tema. O ex-governador de São Paulo rebateu Juvenal Juvêncio, garantindo que 'sempre apoiou que a abertura da Copa fosse em São Paulo e no estádio do Morumbi'.

Além disso, Serra criticou a postura do mandatário tricolor, afirmando que Juvenal Juvêncio 'não fala coisa com coisa e inventa fatos e frases que nunca aconteceram'.

Veja a nota de José Serra na íntegra:

São Paulo, 8 de abril de 2014

Sempre apoiei que a abertura da Copa fosse em São Paulo e no estádio do Morumbi. Invoco o testemunho de três são-paulinos históricos que, na época, integravam a minha equipe, acompanhavam tudo e falavam por mim: João Paulo Jesus Lopes, atual vice presidente do São Paulo, Bruno Caetano, atual diretor de Comunicação do clube, e Caio Carvalho, ex-ministro do Esporte e presidente do Anhembi.

As afirmações em contrário de Juvenal Juvêncio além de desconexas são falsas. Ele não fala coisa com coisa, inventa fatos e frases que nunca aconteceram. Vale lembrar também que a Fifa descredenciou o estádio do Morumbi três meses depois de eu deixar o cargo.

Quando governador, garanti em todos os momentos que faríamos os investimentos de infraestrutura que fossem necessários para a abertura da Copa no Morumbi. Assumimos até a construção de um monotrilho que viesse de Congonhas até perto do estádio. Não poderia, é óbvio, gastar dinheiro do governo de São Paulo, ou seja, do povo que paga impostos, nas obras no interior do estádio que, segundo o último projeto de Juvenal, custariam quase 700 milhões de reais. Aliás, nem ele nem seus diretores nunca pediram isso.

Mais ainda, sempre defendi que a Fifa revisse suas exigências, que me pareciam exageradas. Em reunião feita no próprio estádio do Morumbi com a diretoria do São Paulo e o então presidente Lula deixei claro o que pensava e conclamei o governo federal a dar essa batalha com a Fifa.

José Serra

Comentários

José Serra rebate Juvenal Juvêncio sobre Morumbi: 'Ele não fala coisa com coisa'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.