São Paulo revela nova cota de TV de R$ 85 mi, e distância para Corinthians aumenta

Marcus Alves, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br
Gazeta Press
A diferença atual entre os clubes é de R$ 33 milhões no contrato televisivo
A diferença atual entre os clubes é de R$ 33 milhões no contrato televisivo

O São Paulo não deverá ter um aumento significativo em sua cota de TV a partir do novo ciclo firmado com a Rede Globo. Segundo a cúpula tricolor, o atual contrato de direitos de transmissão do Brasileiro deverá saltar apenas de R$ 72,2 milhões para R$ 85 milhões no triênio de 2016 a 2018. A conta não inclui o dinheiro arrecadado com a venda dos pacotes de pay-per-view, no entanto.

LEIA MAIS
Juvenal dispara contra 'faz de conta' da Arena Corinthians: 'Se fosse no Morumbi, tinha até exército'
Aidar confirma 'perspectiva forte' da Semp Toshiba deixar o São Paulo; Caixa pode assumir camisa
Secretária de Kalil tem rosto ferido, e oposição acusa situação
Aprovado nos exames médicos, Petros assina contrato com o Corinthians

O novo valor foi confirmado ao ESPN.com.br pelo diretor financeiro do clube, Osvaldo Vieira de Abreu, neste sábado, durante a eleição para o novo Conselho Deliberativo tricolor, em sua sede social.

Caso ele venha a ser sacramentado, crescerá ainda mais a distância em relação ao rival Corinthians e também ao Flamengo, que recebem hoje R$ 120 milhões pela transmissão de seus jogos e passarão a lucrar R$ 170 milhões pelo mesmo período a partir de 2016.

O time de Morumbi não se mostra preocupado.

"O Corinthians e o Flamengo foram os responsáveis por quebrar o Clube dos 13, então, eles levam essa vantagem. Nós somos atualmente os terceiros colocados", afirma Osvaldo Vieira ao ESPN.com.br.

Provocou surpresa nesta semana a divulgação do balanço financeiro do São Paulo em 2013 com uma queda na arrecadação com a televisão de R$ 112 milhões para R$ 72,2 milhões em relação à última temporada. A equipe explica, no entanto, que a diferença se deve às luvas pagas no exercício anterior pela Rede Globo por conta do acordo fechado na ocasião até 2018.

Nos bastidores, o time tricolor trabalha com a possibilidade de uma extensão desse novo contrato por mais um ano, sendo prorrogado até 2019 e proporcionando, assim, o depósito de mais um bônus por parte da emissora.

A princípio, ela deverá encaminhar essa questão somente ao fim da Copa do Mundo. O diretor executivo da Globo, Marcelo Campos Pinto, se reuniu recentemente com a equipe para tratar desse e outros assuntos.

Neste sábado, durante a eleição do novo Conselho Deliberativo do clube, tanto o candidato da situação, Carlos Miguel Aidar, quanto o da oposição, Kalil Rocha Abdalla, colocaram o tema como uma de suas prioridades a partir do anúncio do próximo presidente em 16 de abril.

Comentários

São Paulo revela nova cota de TV de R$ 85 mi, e distância para Corinthians aumenta

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.