Goleiro Tiago e Neto se unem a Falcão e não defendem mais seleção

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Getty
Neto é um dos principais nomes do futsal mundial
Neto é um dos principais nomes do futsal mundial

Dois campeões mundiais anunciaram suas decisões de não defenderem mais a seleção brasileira de futsal. O goleiro Tiago e o fixo Neto fizeram coro às críticas de Falcão contra a Confederação e abriram mão de denfender a equipe.

LEIA MAIS
Brasil decepciona torcida e perde Copa das Nações de futsal para a rival Argentina
Falcão rebate nota da confederação 'É de rir!'

Ambos utilizaram suas páginas no Facebook para fazerem os anúncios. Tiago já não era convocado desde que cobrou da seleção um preparador de goleiros, na temporada passada.

Neto afirmou que esta foi a decisão mais importante de sua carreira e acredita ser parte de uma suposta lista de nomes que não devem mais ser convocados pela CBFS (Confederação Brasileira de Futsal).

Falcão foi o primeiro a anunciar sua decisão. No último dia 20 de março, o jogador, eleito quatro vezes o melhor do mundo, afirmou que não iria mais defender a Seleção.

Confira os comunicados de Tiago e Neto, na íntegra:

Tiago: Amantes do Futsal, creio que muitos estão esperando pela minha opinião sobre o que vem acontecendo com o nosso esporte. Posso dizer que esse momento é único. O Futsal nunca teve atletas com a coragem necessária para tentar organizar a "defasada" administração da CBFS. Eu sempre disse que nunca ninguém tiraria o meu prazer de defender a Seleção Brasileira e isso é a mais pura verdade! Porém, não tenho mais alegria diante de tudo o que vem acontecendo hoje na administração da Seleção Heptacampeã do Mundo. Estão destruindo o sonho de defender a melhor equipe do mundo, seja dos mais jovens ou dos mais experientes. Isso é triste. Diante disso, eu não representarei mais a Seleção Brasileira de Futsal com a atual administração! Foram anos maravilhosos, desde as categorias de base até hoje. Participei de todas as grandes conquistas da Seleção principal de 2005 para cá. Agradeço a todos que me ajudaram nessa trilha de sucesso, comissão técnica e companheiros de equipe. Seguimos firmes na luta pela transparência!

Neto: São quase 13 anos de Seleção, lembro-me da 1ª convocação em 2001 que meu clube na época, Minas Tênis Clube, não me liberou. Chorava como uma criança, pois aquilo era um sonho que estava sendo adiado, mas, graças a Deus, aquilo foi só o início de uma história vitoriosa e com mais de 165 jogos realizados até hoje com a camisa da Seleção Brasileira. Por que escrevo isso? Passaram-se 13 anos e a administração da CBFS continua a mesma. Foram conquistados mais 2 mundiais e o desenvolvimento do esporte estancado. Evoluímos quase nada em relação aos países concorrentes. Graças à Seleção ganhei prestígio, reconhecimento e melhores contratos nos clubes, porém tenho certeza de que essa geração que participo possibilitou muito mais valorização para a marca Seleção Brasileira de Futsal do que qualquer valorização individual. "Informações apontam que sou mais uma vítima do famoso "rabisca nome" das convocações. Obrigado ao apoio da minha esposa, minha família e as pessoas que admiram meu trabalho, pois tenho certeza que estarão do meu lado nessa decisão. Comunico aqui não farei mais parte da Seleção Brasileira com a atual administração. Tenho orgulho de todos jogadores que estão nessa causa e faço parte do movimento por Transparência no Futsal.

Comentários

Goleiro Tiago e Neto se unem a Falcão e não defendem mais seleção

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.