Há 50 anos, Santos fez 11 x 0 no Botafogo-SP, adversário deste sábado; 'endiabrado', Pelé marcou oito

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
Gazeta Press
Lima, Zito, Haroldo, Ismael, Modesto e o goleiro Gilmar - agachados: Toninho Guerreiro, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe
Time do Santos em 64: Lima, Zito, Haroldo, Ismael, Modesto, Gilmar, Toninho Guerreiro, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe

Neste sábado, às 19h30 (horário de Brasília), o Santos recebe o Botafogo-SP na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Curiosamente, foi contra o time de Ribeirão Preto que, há 50 anos, o clube praiano aplicou uma das maiores goleadas de sua história: 11 a 0, com oito gols de Pelé. A partida foi recheada de fatos curiosos, como relataram dois atletas presentes no dia ao ESPN.com.br.

Ao ser informado que o duelo pelo Paulistão de 1964 completou meio século, o ex-atacante Pepe, do Santos, suspirou: "50 anos? Parece que foi ontem...". O "Canhão da Vila" conta que protagonizou um lance histórico na partida, mas que acabou ficando esquecido devido aos oito gols de Pelé.

Gazeta Press
Pelé em ação pelo Santos contra o Botafogo-SP
Pelé em ação pelo Santos contra o Botafogo: oito gols

"Foi 11 a 0, o Pelé fez oito e eu fiz um. Mas o meu gol foi olímpico! O duro é que ninguém lembra, porque o Pelé fez oito (risos)...", conta Pepe. "Eu fiz quatro gols olímpicos na carreira, e esse foi um deles. Nessa época, eu estava no auge, batia com um efeito na bola que engavana os goleiros", completou o craque, que ainda contou mais uma história curiosa.

"O técnico do Botafogo nesse jogo era o famoso Oswaldo Brandão. Depois de levar 11 da gente, ele assumiu o Corinthians. O primeiro jogo dele foi contra o Santos, e nós ganhamos de 8 a 4. Coitado do Oswaldo, levou um 19 a 4 em dois jogos", lembra o ídolo santista, aos risos.

Outro fato marcante é que, apesar da derrota por 11 gols de diferença, o goleiro Machado, do clube do interior, acabou eleito como o segundo melhor em campo, atrás apenas de Pelé. Segundo Pepe, foi o arqueiro que impediu uma goleada ainda mais elástica: "Ele não falhou em nenhum gol!", ressalta.

Pelé 'endiabrado'
Pelé estava impossível naquela partida pela 25ª rodada do Campeonato Paulista. Com apenas 16 minutos de jogo, ele já havia marcado três vezes. Segundo quem esteve em campo, o "Rei do Futebol" queria a vingança por duas derrotas recentes que o Santos havia sofrido para o bom time do Botafogo: 2 a 0 em Ribeirão Preto e 4 a 1 em plena Vila Belmiro.

LEIA MAIS
Odílio cogitou renunciar à presidência do Santos após sofrer ataque

"Não tinha jeito, ele estava 'endiabrado'. A cada gol que ele fazia, pegava a bola no fundo da rede e voltava pro meio-campo correndo, porque queria bater o recorde de gols", recorda o atacante Antoninho, do time tricolor, que acabou dando saída de bola 12 vezes naquele dia: uma no apito inicial e 11 depois dos gols santistas.

"Conforme ele ia correndo até o meio-campo, apontava o dedo pra gente e gritava: 'Vocês vão se f... aqui hoje", ri Antoninho. "Ele queria vingança por causa do jogo no primeiro turno. Nós ganhamos deles por 2 a 0, a torcida provocou muito e um jogador nosso até sentou na bola", completa.

Até hoje, os oito daquele dia permanecem como recorde de gols de Pelé em uma única partida.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 11 X 0 BOTAFOGO-SP

Data: 21 de novembro de 1964
Competição: Campeonato Paulista, 25ª rodada
Estádio: Vila Belmiro, em Santos-SP
Público: 9.437 pagantes
Renda: Cr$ 4.210.800,00
Árbitro: Carlos Drumond da Costa

GOLS
SANTOS: Pelé 3' 1º, Pelé 8' 1º, Pelé 16' 1º, Pepe 19 1º, Coutinho 25' 1º, Pelé 38' 1º, Pelé 40' 1º, Pelé 25' 2º, Pelé 27' 2º, Pelé 28 '2º e Toninho Guerreiro 45' 2º

SANTOS: Gilmar; Ismael, Modesto, Haroldo e Geraldino; Lima e Mengálvio; Toninho Guerreiro, Coutinho, Pelé e Pepe Técnico: Lula

BOTAFOGO-SP: Machado; Ditinho, Carlucci, Tiri e Maciel; Hélio Vieira e Adalberto; Zuíno, Alex, Antoninho e Gaze Técnico: Oswaldo Brandão

Comentários

Há 50 anos, Santos fez 11 x 0 no Botafogo-SP, adversário deste sábado; 'endiabrado', Pelé marcou oito

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.