Após 'fazer o que podia', Nadal lamenta lesão, mas prefere exaltar Wawrinka: 'É o dia dele'

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Reuters
Rafael Nadal fez elogios ao novo campeão de um Grand Slam
Rafael Nadal fez elogios ao novo campeão de um Grand Slam
Depois de ganhar 12 jogos seguidos contra o suíço Stanislas Wawrinka, o espanhol Rafael Nadal perdeu do adversário pela primeira vez na manhã deste domingo. Derrotado na decisão do Aberto da Austrália, ele lamentou a lesão nas costas que minou suas possibilidades na partida e tratou de elogiar o rival, que nunca havia conquistado um Grand Slam.

LEIA MAIS

Wawrinka exorciza 'fantasma' Nadal e conquista o Australian Open

"A última coisa que eu queria era abandonar. Odeio fazer isso, especialmente em uma final. É muito duro, porque você luta por momentos como esse o ano todo e quando ele chega, sente que não é capaz de jogar o seu melhor. Tentei até o final, mas foi impossível vencê-lo", disse.

Claramente abatido, o espanhol pediu atendimento do fisioterapeuta seguidas vezes e chegou a ganhar o terceiro set, mas não conseguiu brigar efetivamente pela vitória. Os seguidos questionamentos sobre a lesão desagradaram a Nadal, que preferiu exaltar Wawrinka.

"Não é hora de falar sobre isso (a lesão). É o dia do Stan, não o meu. É a hora de parabenizá-lo. Está jogando de uma maneira inacreditável. É difícil pará-lo quando está atuando assim. Realmente mereceu ganhar esse título e estou feliz por ele. É uma grande pessoa e um bom amigo", declarou.

Se vencesse a final, Nadal igualaria o norte-americano Pete Sampras com 14 títulos de Grand Slam e seria o primeiro jogador a reunir pelo menos dois troféus de cada um dos quatro principais torneios, algo logrado apenas pelos australianos Rod Laver e Roy Emerson, nos tempos do amadorismo. Apesar do revés, o espanhol se disse satisfeito.

"Estou feliz e orgulhoso por minha atitude durante as partidas nessas duas semanas. Quando alguém está deixando tudo na quadra todos os dias, ninguém pode falar nada, não é mesmo? Vou para a casa com a calma de que fiz o que podia."

Comentários

Após 'fazer o que podia', Nadal lamenta lesão, mas prefere exaltar Wawrinka: 'É o dia dele'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.