Com 12 votos, Neymar só é o melhor do mundo para a periferia da bola

ESPN.com.br
Getty
Neymar recebeu 65 votos ao todo para ficar entre os três melhores do mundo
Neymar recebeu 65 votos ao todo para ficar entre os três melhores do mundo
Neymar não esteve na disputa final pela Bola de Ouro da Fifa de 2013, mas isso não significa que ele tenha sido ignorado por todos os votantes. O craque brasileiro recebeu 12 votos para ser o melhor do mundo, todos vindos de países sem qualquer expressão no futebol.

LEIA MAIS

Ronaldo acaba com reinado de Messi e é o melhor do mundo pela 2ª vez
Em 'correção histórica', Fifa dá Bola de Ouro a Pelé
Só Felipão votou em Cristiano Ronaldo entre brasileiros
Neymar e Marta ficam 'de mãos vazias', e zaga de Felipão 'salva' Brasil

O atacante do Barcelona ainda foi escolhido na segunda posição por 22 pessoas diferentes. Outras 32 também selecionaram o brasileiro, mas apenas fechando o pódio. O voto mais ilustre que o camisa 11 recebeu foi na base da ‘camaradagem'. Afinal, o companheiro de time Lionel Messi o apontou como o terceiro melhor em 2013.

Os agradecimentos de Neymar pelos votos devem se dirigir principalmente a Brunei e Vanuatu. Isso porque, tanto o capitão quanto o técnico dos dois países dariam a Bola de Ouro ao destaque da seleção brasileiro.

Ao todo, 184 treinadores, 184 capitães e 173 jornalistas de países filiados à Fifa formaram o grupo de votantes ao prêmio de melhor do mundo.

Neymar ficou de fora da grande disputa desta segunda-feira, mas esteve na cerimônia em Zurique, concorrendo ao Prêmio Puskas, dado ao gol mais bonito do ano, graças à pintura que fez diante do Japão na Copa das Confederações. Porém, com 20,5% dos votos, ele ficou em terceiro lugar. Zlatan Ibrahimovic venceu com 48,7%, seguido de Nemanja Matic, com 30,8%.

Veja os votos que Neymar recebeu:

Terceiro lugar (1 ponto)
Tala Rafe Luvu - capitão de Samoa Americana
Girdon Connor - capitão de Anguilla
Lionel Messi - capitão de Argentina
Odelin Molina Marquez - capitão de Cuba
Jurensley Martina - capitão de Curaçao
Mustapha Jarju - capitão de Gâmbia
Safiq Rahim - capitão da Malásia
Uinifareti Aliva - capitão de Samoa Americana
Colin Johnson - técnico de Anguilla
Chen Kuei-Jen - técnico de Taipei
Ndjela Santos Muntubile - técnico da República Democrática do Congo
Jorge Pinto - técnico da Costa Rica
Walter Manuel Benitez Rosales - técnico de Cuba
Sewnet Bishaw Woube - técnico da Etiópia
Peter Bonu Johnson - técnico da Gâmbia
Hong Myung Bo - técnico da Coreia do Sul
Giampaolo Mazza - técnico de San Marino
Gordon Igesung - técnico da África do Sul
Eddy Etaeta - técnico do Taiti
Besnik Dizdari - jornalista da Albânia
Sheldon Longley - jornalista de Bahamas
Ron Shillingford - jornalista das Ilhas Cayman
Rodrigo Calvo Castro - jornalista da Costa Rica
James Angelo Loundou - jornalista de Gabão
Salvador Aguilera - jornalista do México
Gérard Govinden - jornalista de Seychelles
Gary Lim - jornalista de Singapura
Hanseok Kim - jornalista da Coreia do Sul
Asoka Goonetilleke - jornalista de Sri Lanka
Lasana Liburd - jornalista de Trinidad e Tobago
Fredrick Musisi Kiyingi - jornalista de Uganda

Segundo lugar (3 pontos)
Lucas O'Neil - capitão da Austrália
Kévine Andzouana - capitão de Congo
Youssouf Mulumbu - capitão da República Democrática do Congo
Solomon Wesseh - capitão da Libéria
Winston Reid - capitão da Nova Zelândia
Yasin Egal - capitão da Somália
Ange Postecoglou - técnico da Austrália
Thilina Bandara - capitão de Sri Lanka
Ismaeil Matar Aljneibi - capitão dos Emirados Árabes
Alberto Ludwig - técnico de Curaçao
Yun Jong Su - técnico da Coreia do Norte
Jorvan Vieira - técnico de Kuwait
Franck Rajaonarisamba - técnico de Madagascar
Patel Ebrahim Akbar - técnico de Ilhas Maurício
Ricky Herbert - técnico da Nova Zelândia
Abdulle Farayare - técnico da Somália
Eustace Bailey - técnico das Ilhas Virgens Americanas
Ruben Morales Iglesias - técnico de Belize
Nino Dunker - jornalista de Curaçao
Manos Staramopoulos - jornalista da Grécia
Pavel Louzanov - jornalista de Quirguistão
Igor Linnyk - jornalista da Ucrânia

Primeiro lugar (5 pontos)
Adi Said - capitão de Brunei
Jang Song Hyok capitão da Coreia do Norte
Emelio Caligdong - capitão das Filipinas
Henry Farodo Junior - capitão das Ilhas Salomão
Robert Yelou - capitão de Vanuatu
Kwon Oh Son - técnico de Brunei
Marcos Tinoco - técnico das Ilhas Cayman
Ronnie Gustarve - técnico de Dominica
Jacob Moli - técnico das Ilhas Salomão
Percy Avock - técnico de Vanuatu
Michael Seium - jornalista de Eritreia
Kenneth Dlamini - jornalista de Suazilândia

 

Comentários

Com 12 votos, Neymar só é o melhor do mundo para a periferia da bola

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.