Prêmio surpresa! Ex-jogador Dirceu Lopes leva Bola de Ouro após 42 anos e se emociona

Jean Santos e Lucas Borges, para o ESPN.com.br
Bola de Prata: Com 42 anos de 'atraso', Dirceu Lopes recebe a Bola de Ouro das mãos do goleiro Fábio

Dirceu Lopes foi daqueles jogadores como Rivaldo, tímido, de fala pouca e mansa, mas que era um monstro dentro de campo. Ele defendeu o Cruzeiro entre 1964 e 1977, ganhando a Taça Brasil de 1966 e nove Mineiros entre 1965 e 1975, e viveu a emoção de ver uma injustiça histórica ser reparada nesta segunda-feira.

Com um 'pequeno' atraso de 42 anos, o ex-meia celeste, já dono de três Bolas de Prata (1970, 1971 e 1973), foi agraciado com a Bola de Ouro de 1971, ano em que teve a melhor média de notas entre todos os jogadores do Campeonato Brasileiro, então em sua primeira edição, mas não a levou.

Reprodução/ESPN
Bola de Prata 2013 Dirceu Lopes
reparação histórica: Dirceu Lopes ganhou a Bola de Ouro de 1971


Explica-se: a honraria máxima, que indica o melhor jogador do Nacional, só passou a existir em 1973, três anos depois da criação do prêmio. No palco, onde estava para entregar o troféu de Éverton Ribeiro - Bola de Ouro de 2013 - e já com o troféu nas mãos, o mineiro de Pedro Leopoldo foi surpreendido com o anúncio. 

E a emoção aflorou ao término da exibição de um vídeo mostrado com lances de sua carreira. Com os troféu nas mãos, encheu os olhos de lágrimas e falou com a voz embargada. Simples como sempre, agradeceu a organização pelo momento.  

"Fico orgulhoso como torcedor do Cruzeiro e por ver essas verdadeiras lendas que estão presentes, agradeço a Deus por mais esta oportunidade. Estou muito feliz, uma oportunidade única na minha vida", disse.

Mesmo depois de deixar o local da premiação, Dirceu Lopes, 67 anos, voltou a se emocionar ao falar com a reportagem do ESPN.com.br, novamente tendo olhos marejados e a voz falha.

"É uma emoção muito forte, quanto tempo se passou, né? E reconhecimento é sempre bom, eu fico muito feliz, ainda mais em uma festa bonita como essa, com os craques atuais de hoje, de ver àqueles que já foram craques... É muito bom, né, renova a gente", afirmou.

Para muitos, Dirceu Lopes, apelidado de "príncipe" em sua época de jogador, foi injustiçado por Zagallo ao não ter ido para a Copa do Mundo de 1970. Para outros, a justificativa é a de que ele nunca repetira na seleção o que fazia no clube.

Para a torcida do Cruzeiro, para o futebol brasileiro e agora na lista dos ganhadores da Bola de Ouro, Dirceu Lopes estará sempre na história. Mesmo 'quietinho' e tímido, como todo bom mineiro.

Comentários

Prêmio surpresa! Ex-jogador Dirceu Lopes leva Bola de Ouro após 42 anos e se emociona

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.