Blatter comenta tragédia na Arena Corinthians e diz que atrasos são 'tão pequenos que são aceitáveis'

ESPN.com.br

 

Reuters
Blatter não se mostrou preocupado com o prolongamento no prazo de entrega dos estádios
Blatter não se mostrou preocupado com o prolongamento no prazo de entrega dos estádios

Em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, no complexo hoteleiro de Costa do Sauípe, a 76 km de Salvador, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, voltou a se manifestar sobre a tragédia acontecida na última semana, na Arena Corinthians, em São Paulo, e mais uma vez lamentou a morte de dois operários na queda do guindaste que destruiu ainda um painel de LED do estádio.

LEIA MAIS
Para tentar evitar 'grupo da morte', Fifa bagunça e cria sorteio dentro do sorteio
Mesmo com forte calor, Fifa manterá partidas às 13h: 'A vida do futebol é assim', diz Blatter
Defesa Civil volta à Arena Corinthians e aposta em solução rápida
Pela primeira vez, Fifa admite atraso na Arena da Baixada e manifesta preocupação

"Um fato muito triste, um acidente que tirou a vida de duas pessoas e estou muito triste por isso. Nossos sentimentos às famílias", afirmou.

Segundo o cartola suíço, as consequências do acidente poderiam ser piores, atrasando ainda mais as obras que deverão ser entregues até março do ano que vem. Nesta segunda-feira, com uma homenagem aos funcionários mortos, os trabalhos foram retomados no estádio que está sendo construído em Itaquera, na Zona Leste da capital paulista.

Chegou-se a especular a possibilidade um possível plano B por parte das autoridades para a abertura do Mundial, prevista para o dia 12 de junho.

"Há alguns atrasos (em outros lugares), todos sabem, mas tão pequenos que são aceitáveis. Considerando o estrago, (o estádio) será renovado e a sede (São Paulo) estará pronta", disse Blatter. "Quero expressar a minha confiança na organização aqui, nos governos centrais e nos governos locais. Eles nos deram a segurança de que tudo estará pronto", prosseguiu.

Blatter e o restante da comitiva da Fifa desembarcaram no aeroporto de Salvador no último domingo e foram recepcionados pelo presidente da CBF, José Maria Marin, um de seus vices, Marco Polo del Nero, e outros nomes como o mandatário do Vitória, Alexi Portela, e da federação baiana, Ednaldo Rodrigues. Eles partiram diretamente para um resort na Praia do Forte, uma vila localizada próxima à Costa do Sauípe.

Rotina em todo sorteio de Copa do Mundo, 'Grupo da Morte' pode ter Brasil x Itália em 2014; assista!

 

Comentários

Blatter comenta tragédia na Arena Corinthians e diz que atrasos são 'tão pequenos que são aceitáveis'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.