Antiga potência, São Caetano se derrete no esporte

Gustavo Setti, do ESPN.com.br
Gazeta Press
Torcedores do São Caetano ficam indignados com o time no vazio Anacleto Campanella
Torcedores do São Caetano ficam indignados com o time no vazio estádio Anacleto Campanella

As expressões dos dois torcedores na foto acima ilustram bem o que foi o São Caetano em 2013. No primeiro semestre, veio o rebaixamento para a Série A2 do Paulista. Agora, a equipe ocupa a vice-lanterna da Série B e pode cair para a terceira divisão do Brasileiro neste sábado. A provável queda é apenas mais um exemplo do baixo rendimento do esporte na cidade. Em São Caetano do Sul, outras modalidades também já viveram tempos melhores.

Getty
(São Caetano) Adãozinho concorreu a vereador de Bragança Paulista na última eleição, mas perdeu
Adãozinho com a camisa do São Caetano contra o Atlético-PR


Depois de brilhar com a final da Libertadores em 2002, o título Paulista de 2004, e as duas finais de Brasileiro em 2000 e 2001, a Associação Desportiva São Caetano começou a afundar. O rebaixamento à Série B veio em 2006, e desde então a equipe não conseguiu retornar à elite. Os únicos momentos mais triunfantes nos últimos anos foram a final do Estadual em 2007 e o 5º lugar no Brasileiro da Série B em 2012.

Outras modalidades, como basquete, vôlei e handebol, por exemplo, já tiveram dias melhores. Inclusive, em 2011, a cidade dispensou 720 dos 986 atletas. O time de futebol é privado, mas equipes de outros esportes recebem auxílio da prefeitura. E aí entra a política.

LEIA MAIS
Com poucas chances de não cair, São Caetano recebe América-RN

Luiz Tortorello (PTB) foi prefeito de São Caetano do Sul por três mandatos (1989/1992, 1997/2000 e 2001/2004) e presenciou os melhores dias da equipe de futebol. Depois, quem assumiu foi José Auricchio Júnior (PTB), prefeito de 2005 até o fim de 2012. Hoje, ele é o Secretário de Esporte, Lazer e Juventude de São Paulo. O atual prefeito é Paulo Pinheiro (PMDB), que assumiu no começo de 2013.

Para alguns dirigentes de times de diferentes modalidades, uma das justificativas pela queda de rendimento do esporte está no dinheiro destinado para este setor. A assessoria de imprensa do município informou que, em 2000, o investimento no esporte de alto rendimento foi de R$ 5 milhões. Em 2009, o valor aplicado foi recorde, com R$ 13 milhões - mesmo ano em que o município recebeu os Jogos Abertos do Interior. Em 2014, a previsão é de que sejam investidos R$ 10 milhões.

Investimento no Esporte Profissional / Alto Rendimento
2000 R$ 5 milhões
2001 R$ 6 milhões
2002 R$ 6 milhões
2003 R$ 6 milhões
2004 R$ 8 milhões
2005 R$ 8 milhões
2006 R$ 7 milhões
2007 R$ 9 milhões
2008 R$ 11 milhões
2009* R$ 13 milhões
2010 R$ 11 milhões
2011** R$ 9 milhões
2012 R$ 9 milhões
2013 R$ 8 milhões
2014 (previsão) R$ 10 milhões
fonte: Assessoria de Imprensa de Sâo Caetano do Sul

* ano dos Jogos Abertos do Interior em São Caetano do Sul
** ano da demissão de 700 atletas de alto rendimento

Segundo Gilberto Costa, que foi Secretário de Esporte de São Caetano entre 2011 e 2012, "o número ideal para trabalhar em alto rendimento é em torno de 11 milhões". O atual Secretário Municipal de Esporte e Turismo, Gilmar Tadeu Ribeiro Alves, acredita que falar apenas de resultados é ser ‘simplista' ao analisar o esporte em geral na cidade. 

"Não podemos ser tão simplistas. Não podemos simplificar aos problemas de recursos, porque só a administração pública não é suficiente. Outro fator é que é difícil manter os atletas de topo na cidade. Também tem que colocar esses elementos na equação", disse ao ESPN.com.br.

Walter Figueira Júnior é o atual chefe de gabinete da prefeitura, mas foi diretor do Departamento de Esportes e Turismo na terceira gestão de Tortorello. Para ele, é complicado justificar por que as conquistas do esporte diminuíram. "Como torcedor, eu não tenho o que dizer. Se tivesse feito parte da organização (da atual Secretaria), eu poderia falar os motivos. Mas como torcedor, a gente só fica triste", afirmou.

Mas a cidade também tem o lado positivo no esporte. O maior exemplo está na ginástica. Arthur Zanetti, campeão olímpico e mundial nas argolas, é atleta de São Caetano desde muito pequeno.

Gazeta Press
Rivaldo
Rivaldo (centro) jogou na equipe nesta temporada


No atletismo, o município tem parceria com a BM&F Bovespa e forma um dos clubes mais fortes do Brasil. Entre os atletas estão Fabiana Murer (salto com vara), Ronald Julião (arremesso de peso e lançamento de disco) e Keila Costa (salto em distância).

A cidade também não mostrou queda no rendimento no futebol de campo feminino. Em 2012, São Caetano fez uma parceria com o Juventus. A equipe chegou às quartas de final do Paulista. Em 2013, já independente, São Caetano caiu novamente nas quartas do Estadual. 

Porém, entre as modalidades onde os resultados já foram melhores, estão...

Basquete

No primeiro semestre de 2013, São Caetano foi vice-campeão no feminino da Divisão Especial A-2 do Paulista de Basquete, enquanto os principais times estão na A-1. Já no segundo semestre, a equipe chegou à final da Primeira Divisão, que também não conta com os clubes "mais fortes".

De acordo com Luiza Gomes Barroso, coordenadora do Santa Maria/São Caetano, a falta de recursos impediu a participação entre as equipes de elite, mesmo com a segunda colocação no A-2 permitindo a ascensão para a A-1.

"A Especial A-1 é mais forte. Não conseguimos um parceiro, mas a intenção nunca foi sair de cima. Em 2011 foi a última vez que disputamos a divisão especial", afirmou em entrevista ao ESPN.com.br.

Segundo a Confederação Brasileira de Basquete (CBB), depois de reformulação no formato do torneio nacional, São Caetano participou apenas da primeira Liga de Basquete Feminina, em 2010/2011, e foi o último colocado, mas depois não disputou mais.

"Não disputa por falta de recursos, e também não queremos expor as atletas, que são muito novas. Colocar a equipe assim é muito desgastante", lamentou Luiza.

No masculino, pelo menos no Estadual, a situação é semelhante. A equipe de São Caetano jogou a Divisão Especial, enquanto times como Pinheiros e Bauru fazem parte da Especial A-1. E agora no segundo semestre foi até as semifinais da Primeira Divisão.

Divulgação/FPHand
Handebol: Pinheiros x São Caetano
Handebol: Pinheiros x São Caetano pelo Paulista de 2012


Handebol


No handebol, o time masculino de SCS foi campeão da Liga Nacional (2003), bicampeão paulista (2004 e 2005) e até 2009 ficou entre os três primeiros colocados no Estadual. Já em 2010, os resultados não foram expressivos, enquanto em 2011, segundo o site da Federação Paulista de Handebol, "não houve atividades esportivas".

Em 2012, São Caetano/SERC/Santa Maria disputou o Super Paulistão e terminou em quinto dos sete times que competiram. Neste ano, o time masculino também não se classificou aos playoffs do Estadual. Nessas últimas participações, o conjunto da cidade contava com muitos jogadores júnior na categoria Adulto.

Já no feminino, de 2004 a 2008, a equipe conquistou o terceiro lugar no Paulista. Nos dois anos seguintes, até teve resultados expressivos, mas depois caiu. Assim como no masculino, não disputou em 2011. Enquanto no ano passado, São Caetano foi lanterna do Estadual e neste ano deixou de participar mais uma vez.

A última vez que o masculino participou da Liga Nacional de Handebol foi em 2010, enquanto a equipe feminina não sabe o que é disputar o torneio desde 2006, segundo informações da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb).

Para o coordenador do masculino e técnico do feminino, Flávio Fernando de Pontes, o problema está no orçamento. "Houve corte de investimentos. O grande problema é quando depende de fator financeiro e político, e você fica na mão", disse.

Divulgação
São Caetano Futsal já teve parceria com o Corinthians
São Caetano Futsal já teve parceria com o Corinthians


Futsal

Na Liga Paulista de Futsal 2013, São Caetano ficou na 12ª colocação da primeira fase, de 19 times participantes, mas perdeu nas oitavas de final para o Palmeiras.

Já em nível nacional, depois de encerrada a parceria com o Corinthians ao final de 2011, a equipe do ABC Paulista caiu demais. Em 2010 e 2011, junto do time do Parque São Jorge, São Caetano chegou às semifinais da Liga Futsal. Já nas últimas duas temporadas, o máximo que conseguiu foi se classificar à segunda fase (2012) e acabou na lanterna neste ano.

Na Liga Futsal feminina de 2013, o time da cidade paulista caiu ainda na primeira fase da competição. Em 2012, São Caetano chegou às semifinais, mas caiu para Unochapecó. Há dois anos, a equipe ficou na lanterna do Grupo A e acabou de fora. Assim como em 2010, quando foi eliminada também na primeira fase. 

Judô

Acostumado a ficar entre os primeiros, o AD São Caetano perdeu fôlego no judô. No Grand Prix Nacional Interclubes, por exemplo, a equipe do ABC conquistou o título no masculino em três oportunidades nos últimos dez anos.

Já em 2011, o time terminou em quarto, enquanto no ano seguinte, assim como no feminino, a equipe não disputou a competição. De acordo com a Confederação Brasileira de Judô (CBJ), o São Caetano declinou o convite em 2012.

Entre as mulheres, foram dois títulos nos últimos dez anos. Em 2011 (última vez que disputou), o time feminino amargou o oitavo lugar.

Nesta temporada, porém, a cidade voltou a participar do Grand Prix nas duas categorias. No masculino, a equipe ficou em sexto dos doze clubes que disputaram. A disputa do feminino acontece neste fim de semana.

Divulgação
Blausiegel/São Caetano chegou a ser uma das potências na Superliga de vôlei
Blausiegel/São Caetano chegou a ser potência na Superliga


Vôlei


A cidade chegou a ser uma potência no vôlei feminino. Afinal, a equipe de São Caetano conquistou duas vezes o terceiro lugar na Superliga (2008/2009 e 2009/2010), quando contava com estrelas como Fofão, Sheilla e Mari. Depois disso, e do fim da parceria com a Blausiegel, o time enfraqueceu.

Em 2010/2011, foi décimo colocado. Na temporada seguinte, São Caetano acabou na lanterna, no 12º lugar. E na última temporada ficou em penúltimo, só à frente do São Bernardo, que foi rebaixado à Série B da Superliga.

No masculino, São Caetano terminou em último na temporada 2010/2011 e desde então não figurou mais na elite. Atualmente, o time disputa a Série B da Superliga.

Jogos Abertos do Interior

E até nos Jogos Abertos do Interior São Caetano está perdendo a hegemonia. De 1997 a 2010, a cidade só não foi campeã uma vez. Porém, desde 2011, a cidade vem perdendo força, quando viu São Bernardo do Campo ficar com o título.

Ano passado, o município voltou a levantar o troféu. Porém, neste ano, a cidade ficou só no sexto lugar, mesma posição de 2011, com São Bernardo novamente campeão.

Comentários

Antiga potência, São Caetano se derrete no esporte

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.