Em súmulas, árbitros ignoram Bom Senso e citam minuto de silêncio pelas Filipinas

Antônio Strini, do ESPN.com.br
Troca de passes, braços cruzados e faixas: veja os protestos dos jogadores antes dos jogos de quarta

Após os sete jogos de quarta-feira pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, os árbitros logo foram ao site da CBF para transcrever as súmulas - por enquanto, em versão online. Nelas, nenhuma citação ao protesto realizado pelo Bom Senso FC, grupo com mais de 1.000 jogadores que pedem melhorias no futebol nacional.

Antes do começo de cada partida, os atletas entraram juntos no gramado com uma faixa citando o movimento ou cobrando a CBF por mais 'bom senso'. Então, assim que o juiz dava o apitava inicia, os jogadores ficaram parados, de braços cruzados, por menos de um minuto, e então rolavam a bola.

LEIA MAIS
Jogadores do Flamengo acusam árbitro, e Chicão diz: 'É um babaca'
Faixa mais forte do Bom Senso fica apenas para o 'horário nobre'
Sob ameaças de punição, jogadores do São Paulo e Flamengo protestam com 'bicões'
Primeiros a protestar, jogadores de Grêmio e Vasco falam de ação do Bom Senso FC

Nas súmulas, os árbitros não colocaram uma linha sequer sobre as manifestações. No São Paulo x Flamengo, em Itú (SP), o árbitro Alício Pena Júnior ameaçou dar cartão amarelo para cada um caso eles ficassem parados após o ínicio do duelo; em protesto, os atletas ficaram apenas passando a bola, sem correr, até que ela chegou a Rogério Ceni, que então "começou" a partida.

'É um tiro no pé ir contra o movimento do Bom Senso', diz Paulo André, após noite histórica

No relato, porém, o juiz filiado a Minas Gerais ignorou o fato e escreveu apenas que o confronto foi paralisado por algum tempo após o sistema de irrigação ligar automaticamente com a bola em jogo.

Em Botafogo x Portuguesa, no Maracanã, houve um minuto de silêncio por causa da morte do pai do presidente do clube carioca, Maurício Assumpção Souza, ocorrida na manhã de quarta. Como ocorrência, o árbitro Emerson de Almeida Ferreira (MG) comunica apenas a expulsão do atacante Gilberto, da Lusa, por causa de xingamentos: "Seu fdp, car..., não vai marcar nada não? Seu viado, vai tomar no c..."

Na súmula de Grêmio x Vasco, o primeiro em que foi possível ver qual seria o protesto a ser feito pelos jogadores, o juiz Francisco Carlos do Nascimento (AL) citou apenas um minuto de silêncio "pelas vitimas da tragédia das Filipinas" - o tufão Haiyan devastou o país e matou mais de 2 mil pessoas.

Reprodução - CBF
Árbitro de Grêmio x Vasco citou o minuto de silêncio respeitado por causa de tragédia das Filipinas
Árbitro de Grêmio x Vasco citou o minuto de silêncio respeitado por causa de tragédia das Filipinas
Comentários

Em súmulas, árbitros ignoram Bom Senso e citam minuto de silêncio pelas Filipinas

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.