Jornal: Braço direito de Lula e Dilma ajuda, e Caixa fica perto de patrocinar Palmeiras

ESPN.com.br

Sem patrocinador master desde maio, quando foi interrompido o acordo com a montadora Kia Motors, o Palmeiras está perto de estampar o logo da Caixa Econômica Federal em sua camisa. Segundo o jornal Lance!, o acordo entre o time alviverde o banco valeria para todo o ano do centenário, rendendo entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões aos cofres palestrinos.

LEIA MAIS
Em jogada de marketing, 'Verdão' Palmeiras vira 'Brancão' na Série B

Quem estaria intermediando o acordo, segundo o diário, é o ministro-chefe da Secretaria Geral da presidenta Dilma Rousseff, Gilberto Carvalho - que também foi chefe de gabinete do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva por oito anos. Palmeirense fanático, ele faz lobby pela equipe do Paesta Itália nos bastidores do Palácio do Planalto.

Gazeta Press
Wesley comemora o segundo gol do Palmeiras no duelo
Palmeiras vem usando marca do Avanti na camisa

Para fechar o patrocínio, porém, a equipe paulistana terá que parcelar suas dívidas fiscais, já que só assim os palmeirenses conseguirão viabilizar as Certidões de Débito Negativo (documentos que provam que não há dívida do clube com órgãos públicos). Elas são condição necessária para um possível acordo com a Caixa.

O banco estatal, aliás, já patrocina vários outros times no Brasil. O maior valor é pago ao Corinthians, que recebe R$ 31 milhões por ano e tem contrato em vigência até dezembro deste ano. O Flamengo aparece em seguida, com R$ 25 milhões anuais, enquanto o Vasco ganha R$ 15 milhões. Vitória, Coritiba, Atlético-PR, Atlético-GO, Avaí, Figueirense, Chapecoense e ASA também estampam o logo da Caixa.

LEIA MAIS
Após tensão e vaias no acesso, volante do Palmeiras quer festa com taça da Série B
Palmeiras pode ser campeão na Arena Verde, estádio para 12 mil no Pará
Funcionários da Allianz Parque paralisam obras por causa de alimentação ruim

Atualmente, o uniforme palmeiernse vem sendo usado para divulgar o Avanti, programa de sócio-torcedor do clube, e também para promover "parcerias do bem", como o acordo feito com a Santa Casa de Misericórdia, em dois jogos da Série B em agosto. O único dinheiro ganho com patrocínio é o da companhia telefônica Tim, que paga R$ 2 milhões por ano para colocar seu logo nos números da camisa alviverde.

Comentários

Jornal: Braço direito de Lula e Dilma ajuda, e Caixa fica perto de patrocinar Palmeiras

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.