Rooney dá show, faz gol histórico, e United vence Leverkusen em início de nova era

ESPN.com.br
Veja a goleada do Manchester United!
O Manchester United não tem mais Alex Ferguson, mas continua com Wayne Rooney. No primeiro jogo de Champions League sem seu mais famoso treinador em 27 anos, o clube inglês teve o atacante inspirado. Foram dois gols, um passe e até uma chance incrível perdida na vitória por 4 a 2 sobre o Bayer Leverkusen, pela primeira rodada do Grupo A.

LEIA MAIS
GUIA: Veja tudo sobre os 32 clubes da Champions, os craques, as histórias e curiosidades

O segundo gol de Rooney na partida foi também o 200º do atacante pelo Manchester United. O clube em que ele se tornou estrela. O clube que ele quis deixar antes do início da temporada.

Com o resultado, o United assume a liderança do grupo A ao lado do Shakhtar Donetsk, que venceu a Real Sociedad por 2 a 0, em San Sebastian. United e Shakhtar têm três pontos cada.

O treinador David Moyes surpreendeu na escalação do United e deu chances a Kagawa, que vinha reclamando da reserva, e ao recém-contratado Fellaini. O ataque titular foi formado por Wayne Rooney e Robin Van Persie.

As opções do treinador não demoraram a fazer efeito. No meio, Fellaini e Kagawa ajudavam o clube inglês a envolver a equipe alemã. O gol parecia uma questão de paciência. Foram 21 minutos até a rede balançar.

Após jogada de Van Persie pela esquerda, a bola passou por Fellaini e chegou a Evra. O lateral foi até a linha de fundo e cruzou para o meio da área. Rooney bateu de primeira, e a bola ainda quicou antes de entrar no gol defendido por Leno.

Mesmo com a vantagem, o United continuou dominando a partida, sufocando o adversário e criando boas chances. O segundo gol quase saiu aos 37, quando Reinartz antecipou-se à conclusão de Valencia; aos 42, quando Rooney cobrou falta perto do gol; e aos 44, quando Kagawa recebeu lançamento de Valencia pela direita, matou no peito e teve seu chute desviado para escanteio.

A primeira etapa acabou com o Manchester United aplaudido e com o Bayer Leverkusen perdido em campo. Os alemães tiveram apenas 39% de posse de bola e não levaram perigo ao gol de David de Gea - a desvantagem de um gol saiu barata.

Dominado nos primeiros 45 minutos, o Bayer voltou para o segundo tempo criando uma boa chance de marcar. Kiessling recebeu de costas para o gol e arriscou, mas De Gea defendeu com segurança.

Aos 8 minutos, Wayne Rooney teve a chance de ampliar, deixando o United muito perto da vitória. Mas, depois de se aproveitou de um tropeço de Spahic na entrada da área, roubou a bola do zagueiro, passou pelo goleiro Bernd Leno e teve duas opções - chutar para o gol vazio ou cruzar para Van Persie. O inglês não fez nenhuma das duas, perdendo uma oportunidade espetacular.

A falha foi punida no minuto seguinte. Após bola rebatida na área, Son tocou para Rolfes que bateu de primeira, com efeito. A bola entrou no canto direito do goleiro De Gea. Um golaço, e o placar de 1 a 1 que era ótimo para os alemães.

Mas foram apenas seis minutos de festa. Aos 14, Valencia fez grande jogada pela direita e cruzou para o meio da área. Van Persie, de voleio, colocou o United novamente em vantagem no placar.

O Bayer Leverkusen, então, foi ao ataque buscar um empate que parecia possível. Mas o clube alemão acabou vulnerável.

E, desta vez, Rooney não perdoou. Aos 25 minutos, o atacante aproveitou-se de uma confusão dentro da área adversária para concluir e fazer história com 200 gols pelo clube. Oito minutos depois, Rooney puxou contra ataque e lançou para Valencia, outro que fez grande partida. O equatoriano chutou cruzado para fazer o quarto.

O Leverkusen ainda descontou aos 43, com Toprak, após confusão na área do United. Mas já não havia tempo para o clube alemão empatar. Nem para apagar a grande partida de Rooney.

Assista aos melhores momentos da vitória do Manchester United sobre o Bayer Leverkusen

Brasileiro brilha no Shakhtar - O Shakhtar Donetsk conseguiu um ótimo resultado ao vencer a Real Sociedad por 2 a 0, em San Sebastian, na Espanha. Os dois gols da partida foram marcados pelo brasileiro Alex Teixeira, ex-Vasco.

O primeiro gol da partida saiu aos 20 minutos da segunda etapa, quando Teixeira aproveitou-se do passe de outro brasileiro, Douglas Costa, para chutar cruzado e abrir o placar.

Aos 42, ele apareceu novamente. Ele recebeu pela esquerda e chutou forte, da entrada da área, marcando um belo gol.

Assista aos gols da vitória do Shakhtar Donetsk sobre a Real Sociedad
Comentários

Rooney dá show, faz gol histórico, e United vence Leverkusen em início de nova era

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.