Dois judocas batem a cabeça no tatame e vão parar no hospital no Rio, mas passam bem

Tiago Leme, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br
Getty
O japonês Nakaya deixou o tatame imobilizado em uma maca
O japonês Nakaya deixou o tatame imobilizado em uma maca

Dois judocas deixaram o Maracanãzinho de âmbulância e foram levados ao hospital depois de baterem a cabeça no tatame, nesta quarta-feira, durante o Mundial no Rio de Janeiro. Apesar do susto durante as lutas e de deixarem o local imobilizados em uma maca, o japonês Riki Nakaya e o espanhol Kiyoshi Uematsu já passam bem e voltaram ao ginásio para acompanhar os combates da tarde. Os dois estão fora da disputa.

Nakaya se machucou ao sofrer o ippon e ser eliminado por Nyam-Ochir Sainjargal, da Mongólia. O japonês reclamou de dores na coluna, fez exame neurológico e ficou sob observação, mas nenhum problema maior foi detectado. Os pais de Nakaya, medalha de prata na Olimpíada de Londres-2012, acompanharam ele durante a ida ao hospital Badim, no bairro da Tijuca, próximo ao Maracanãzinho.

Pouco antes, o espanhol Uematsu teve suspeita de lesão muscular no pescoço após bater a cabeça durante sua vitória sobre o francês Pierre Duprat. Ele, que foi acompanhado por um médico da delegação cubana já que os espanhóis não trouxeram um profissional ao Brasil, foi liberado rapidamente, mas não voltou a competir.

Comentários

Dois judocas batem a cabeça no tatame e vão parar no hospital no Rio, mas passam bem

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.