Sonnen culpa arrogância de Anderson por derrota: 'Voltou-se contra ele'

ESPN.com.br
Igor Resende/ESPN.com.br
Para Sonnen, Anderson foi vítima da própria arrogância na derrota para Weidman
Para Sonnen, Anderson foi vítima da própria arrogância na derrota para Weidman

O mais famoso e falastrão rival de Anderson Silva não poupou o brasileiro de críticas ao comentar a derrota para Chris Weidman, no sábado, no UFC 162. Para Chael Sonnen, Anderson foi vítima de uma estratégia da qual se valeu durante antes.

Uma estratégia que incluía arrogância e prepotência como formas de intimidação.

"Quando você está no octógono com Anderson Silva, sente no ar uma certa prepotência e uma arrogância. Essa é uma das armas que ele tem para fazer você errar, e se aproveitar do seu erro. Isso funcionou durante um bom tempo, mas historicamente esse tipo de coisa se volta contra quem se utiliza dela", disse Sonnen durante comentário na Fuel TV.

Anderson perdeu para Weidman no segundo round, depois de ser derrubado por um direto de esquerda e levar mais quatro socos já no chão, até que o árbitro Herb Dean interrompeu o combate.

Para Sonnen, além da postura do brasileiro na luta, a diferença de idade entre os lutadores - o brasileiro tem 38 anos, e Weidman, 29 - teve papel importante no resultado da luta. "Um lutador de 38 anos jamais será mais rápido que um de 29", afirmou o ex-desafiante ao cinturão.

Comentários

Sonnen culpa arrogância de Anderson por derrota: 'Voltou-se contra ele'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.