Com Lucão e Lucarelli, Sesi apresenta 'supertime' de reforços com meta mínima: estar na final da Superliga

Renata Mendonça, de São Paulo (SP) para o ESPN.com.br
Terminada a temporada 2012/2013, o Sesi se reformulou completamente para a próxima Superliga. Quatro titulares, além do técnico Giovane Gávio, se despediram da equipe paulista, que não deixou de substituí-los à altura e contratou outros seis nomes para reforçar o time, que já tem o primeiro objetivo traçado: chegar à final do torneio nacional em 2013/2014.

Nesta sexta-feira, em evento realizado na Fiesp, o Sesi apresentou as novas 'caras' do time e já avisou: a equipe foi montada para brigar forte pelo título. E, para isso, experiência não vai faltar. Permaneceram na equipe os já 'consagrados' Serginho (líbero), Sandro (levantador) e Sidão (central) e, para completar o 'timaço', vieram: Lucão (central, ex-RJX), Lucarelli (ponteiro, ex-Minas), Maurício (ponteiro, ex-Sada Cruzeiro), Rogério (central, ex-Sada Cruzeiro), Evandro Guerra (oposto, ex-UPCN da Argentina) e Renan (oposto, ex-São Bernardo).

Um 'supertime' como se tem comentado nos bastidores. Apesar do orçamento do clube não ter aumentado tanto com relação ao ano passado - gira em torno de R$ 7,5 e R$ 8 milhões, conforme foi divulgado -, os reforços que vieram, chegam pressionados para conseguir, no mínimo, o vice-campeonato da Superliga. 

Nos últimos dois anos, mesmo com as estrelas do ponteiro Murilo e do técnico Giovane, a equipe ficou no caminho ainda nas semifinais, o que desagradou um pouco à diretoria. Por isso, com a reformulação concretizada, a pressão é grande para que os 'novatos' comecem com o pé direito e dispostos a conquistar o bicampeonato para o Sesi no torneio nacional - o primeiro título da equipe foi conquistado em 2010/2011.

Um dos principais investimentos do clube paulista, o central Lucão, que foi o grande nome do RJX na conquista do título da última Superliga, não foge da responsabilidade, nem da pressão em sua nova equipe. O meio-de-rede está convicto de que o Sesi tem um 'supertime', apto para pelo menos chegar à decisão do torneio nacional, e que os novos reforços não irão decepcionar dentro de quadra.

"Acredito que tem tudo para ser um ano muito especial, de conquistas. O Sesi foi montado para chegar a uma final ou conquistar um título e acredito que o investimento está sendo para que isso aconteça", opinou o central, após ter sido apresentado oficialmente nesta sexta-feira, pelo presidente da Fiesp, Paulo Skaff.

Acostumado com a pressão de jogar pelo título - no RJX, time que teve o maior investimento entre todos da Superliga na temporada passada, também era 'ganhar ou ganhar' - Lucão entende que os jogadores recém-chegados ao Sesi já estão cientes da responsabilidade que vão ter à frente do clube e que têm experiência para lidar com a situação.
Divulgação
Os reforços de peso do Sesi para 2013/2014
Os reforços de peso do Sesi para 2013/2014
"A partir do momento que você tem uma grande empresa ou um grande investidor, a pressão naturalmente existe. Não tem como fugir disso, ainda mais com jogadores renomados, de seleção, uma estrutura que talvez seja a mais completa do Brasil, não tem como não existir pressão, são atletas que já estão acostumados com a pressão", reiterou.

Se não estão acostumados com a pressão,  terão que aprender a lidar com ela rapidamente. Isso porque o investimento alto que tem sido feito no Sesi desde que ele surgiu, em 2009, exige retornos em forma de títulos, algo que, em nível nacional, já não acontece há três anos. Por conta disso, os seis nomes contratados precisarão 'provar' a que vieram para não terminarem a temporada 'dispensados', como acabou acontecendo com Giovane e Murilo.



Comentários

Com Lucão e Lucarelli, Sesi apresenta 'supertime' de reforços com meta mínima: estar na final da Superliga

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.