Juvenal garante Ney Franco e anuncia afastamento de Cortez, Cañete e mais cinco; Juan reintegrado

ESPN.com.br
Em reapresentação conturbada, Juvenal afasta sete atletas e promete contratações
A reapresentação do elenco são-paulino no CT da Barra Funda nesta sexta-feira foi agitada. A presença do presidente Juvenal Juvêncio no local durante a atividade dos jogadores fez ressurgir os rumores sobre a possível demissão do técnico Ney Franco. O cartola, porém, contrariou as previsões e, em entrevista coletiva concedida ao lado do treinador, confirmou a permanência dele no comando da equipe e fez o anúncio esperado: uma lista com sete atletas afastados do elenco.

LEIA MAIS
Juvenal já fez mais de 30 'vítimas' nos últimos 4 anos, relembre os dispensados

Os zagueiros João Filipe e Luiz Eduardo, o meia-atacante Cañete, o atacante Wallyson, o volante Fabrício e os laterais-esquerdos Cortez e Henrique Miranda não permanecerão no plantel e estão liberados para negociação. Durante o período de duas semanas que o São Paulo ficará sem jogar à espera da estreia no Brasileiro, a equipe irá treinar em Cotia, nas instalações das categorias de base, e os jogadores citados pelo presidente sequer seguirão para o local.

“Os atletas João Filipe, Cañete, Wallyson, Fabrício, Cortez, Luiz Eduardo e Henrique Miranda não irão [para Cotia]. Ficarão treinando com outros. Eles vão ser emprestados, sobretudo Luiz Eduardo e o Henrique Miranda, que precisam de reciclagem, porque acreditamos neles. Eles vão ser emprestados ou comercializados, em princípio”, disse Juvenal.

Decepções e Juan reintegrado

Ainda na quinta-feira, horas antes de o São Paulo ser eliminado da Libertadores em goleada para o Atlético-MG, Juvenal Juvêncio concedeu uma entrevista exclusiva para o repórter da ESPN Brasil André Plihal e chegou a mencionar sua insatisfação com alguns jogadores contratados que não estavam rendendo o esperado. 

Cañete, por exemplo, que chegou ao clube em 2011, com status de "sucessor" de Riquelme, foi uma das decepções do cartola, assim como Wallyson, contratado junto ao Cruzeiro em 2013 e que teve poucas chances com Ney Franco por conta do seu mau rendimento nos treinos.

Montagem ESPN
Da esquerda para a direita, afastados do São Paulo: Henrique Miranda, João Filipe, Cortez, Wallyson, Fabrício, Luiz Eduardo e Cañete
Da esquerda para a direita, afastados: Henrique Miranda, João Filipe, Cortez, Wallyson, Fabrício, Luiz Eduardo e Cañete

Além deles, a lista de dispensados também não surpreendeu ao ter também o nome de Cortez, lateral esquerdo que chegou do Botafogo em 2012, assumiu a titularidade, mas caiu muito de produção e perdeu a posição para Thiago Carleto, que voltou de empréstimo do Fluminense no início do ano. Sem o ex-botafoguense, Juan ganha uma nova chance no clube - foi reintegrado ao elenco após ter treinando separadamente do grupo desde o início do ano.

"Trabalhei com o Juan no Flamengo e o conheço bem. Fui campeão da Copa do Brasil e estadual com o atleta. Ele tem a minha confiança", disse Ney Franco durante a coletiva.

O volante Fabrício, outro que prometia muito quando veio do Cruzeiro também na temporada passada, sofreu com a sequência de lesões e nunca conseguiu se firmar na equipe. Por conta disso, também acabou liberado para negociar com outros clubes.

Os atletas que vieram da base, Luiz Eduardo e Henrique Miranda, além de João Filipe, contratado às pressas em 2011 para suprir uma deficiência do São Paulo na zaga, completaram a lista de sete afastados anunciada por Juvenal nesta sexta. Todos eles ficarão treinando no Centro de Treinamento da Barra Funda, enquanto o elenco tricolor segue para Cotia na segunda-feira, onde ficará até o dia 26 de maio, data da estreia no Brasileiro, contra a Ponte Preta.

Ney Franco aprovou os afastamentos

A decisão pelos nomes, porém, não foi tomada apenas pelo presidente. Na entrevista concedida no CT da Barra Funda ao lado do diretor de futebol, Adalberto Baptista, do vice-presidente, João Paulo de Jesus Lopes, e do próprio técnico Ney Franco, o cartola fez questão de reiterar que todos os jogadores excluídos do plantel são-paulino passaram pela aprovação do treinador, que agora dará continuidade ao seu trabalho no clube esperando pelo menos dois ou três reforços para o Campeonato Brasileiro.

“Em Cotia, ele [Ney Franco] vai agregar os atletas, Silvinho, que já esta agregado, o Renan Ribeiro, que veio do Atlético-MG, o meio-campista Alan, o zagueiro Diego, vai experimentar o zagueiro Lucão, e o Lucas Evangelista vai passar por teste por causa da idade. E traremos num prazo curto mais dois ou três atletas daqui ou do exterior para o segundo semestre”, completou Juvenal.

Veja a entrevista exclusiva concedida por Juvenal Juvêncio à ESPN na quinta-feira
Jogadores que não rendem, inveja da base são-paulina e 'arapuca' do independência
Comentários

Juvenal garante Ney Franco e anuncia afastamento de Cortez, Cañete e mais cinco; Juan reintegrado

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.