Entenda a grande diferença entre o estilo livre e a luta greco-romana

Igor Resende, da redação do ESPN.com.br
A modalidade de lutas olímpicas e dividida em duas vertentes: estilo livre e greco-romana. A diferença entre as duas, porém, é muito simples de ser entendida. Os praticantes de greco-romana não podem utilizar as pernas para aplicar os golpes, enquanto o estilo livre permite o uso dos membros inferiores. Apenas a chamada ‘tesoura’ é proibida. Na luta feminina, as regras são quase as mesmas do estilo livre.

A grande maioria das regras vale para as duas modalidades. Cada combate tem dois rounds de três minutos de duração cada um, com um intervalo de 30 segundos entre os rounds. Ao final de cada período, um atleta é declarado vencedor. Se lutadores diferentes ganharem os dois períodos ou se o vencedor dos dois assaltos não tiver atingido ao menos três pontos, um terceiro é realizado para definir o vencedor do combate. Outra forma de vencer é conseguindo uma queda. O golpe é caracterizado quando o lutador consegue fixar os ombros do adversário no chão.

Se nenhum lutador conseguir uma queda, o combate é decidido por pontos. Cada golpe pode dar entre 1 e 5 pontos, dependendo do grau de dificuldade:

1 ponto – Quando o lutador derruba o oponente, mas não o imobiliza, ou quando empurra o rival para fora da área de luta
2 pontos – Quando um lutador derruba o oponente com os ombros formando um ângulo de 90 graus com o chão, a chamada posição de perigo. Esta posição ainda dá um ponto extra se for mantida por cinco segundos
3 pontos – Quando um lutador consegue levar o rival à posição de perigo a partir da luta no chão
5 pontos – Quando o lutador derruba o adversário jogando-o ao chão por cima de seus ombros

Em caso de empate ou quando nenhum dos dois lutadores conseguir marcar pelo menos três pontos, o combate é prorrogado em mais um round de três minutos. Se mesmo assim nenhum dos dois lutadores desempatar a luta ou não atingir os três pontos mínimos, a definição do vencedor fica a cargo dos juízes.

Há três juízes, dos quais apenas um, o mediador, fica no tablado. Em 2009, foi implementado o sistema de desafios. Quando um técnico acha que a marcação de pontos foi errada, ele joga um dado no tablado e o movimento é revisto. Cada lutador tem um desafio por luta, mas só o perde caso esteja errado em seu desafio.

A área de combate é um tapete quadrado de 8 metros de lado com no máximo 10 centímetros de espessura, situado no centro de uma plataforma de 12 por 12 metros e de 0,90 a 1,10 metro de altura.

Comentários

Entenda a grande diferença entre o estilo livre e a luta greco-romana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.