Na Indonésia, atos violentos marcam decepção com derrota holandesa na Copa

ESPN.com.br com Agência EFE
A derrota da Holanda para a Espanha na final da Copa do Mundo suscitou a violência na localidade de Ambon, no norte da Indonésia, de onde procedem as famílias de cinco jogadores da seleção laranja, informou nesta terça-feira a imprensa local.

Após o jogo, pelo menos nove estabelecimentos comerciais foram destruídos, alguns incendiados, e uma pessoa foi detida pela Polícia, que teve que bloquear ruas e atirar para o ar para dispersar os violentos.

"Os distúrbios começaram quando torcedores das duas equipes começaram a trocar insultos" após o jogo, assegurou o chefe da Polícia local, Mansura Manurung, ao jornal The Jakarta Post.

Ambon é a capital de Molucas, província conhecida na Indonésia por sua paixão pelo futebol e seu apoio à seleção holandesa. Giovanni van Bronckhorst, Johnny Heitinga, Nigel de Jong, Demy de Zeeuw e Gregory van der Wiel têm antepassados que viveram em Molucas, quando era colônia da Holanda.

O arquipélago indonésio pertenceu à coroa holandesa durante mais de três séculos e só alcançou sua independência após a Segunda Guerra Mundial.
Comentários

Na Indonésia, atos violentos marcam decepção com derrota holandesa na Copa

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.