<
>

NFL: Com a aposentadoria de Rob Gronkowski, quem é o melhor tight end da liga? Veja os candidatos e vote

Nos últimos anos Rob Gronkowski não permitiu muita discussão sobre quem seria o melhor tight end em atividade na NFL. Agora, com a aposentadoria do astro do New England Patriots, o trono está aberto e existem alguns candidatos prontos para ocupa-lo.

É claro que a última temporada de Gronk foi abaixo do que ele vinha tendo, mas a performance decisiva do camisa 87, fosse bloqueando ou recebendo passes, deixou claro que poucos jogadores poderiam ter a importância que ele tinha.

“A combinação de elite de tamanho, destreza, inteligência, força e habilidade para desempenhar em situações de pressão o diferenciavam”, afirmou o não tão afeito a elogios técnico Bill Belichick.

Mike Sando, da ESPN, conversou com quatro treinadores e quatro dirigentes que apontaram, unanimemente, Travis Kelce como o sucessor, mas Zach Ertz não ficou muito longe. Resolvemos então apresentar alguns candidatos e deixar o fã de esportes eleger.

VOTE AQUI!

TRAVIS KELCE - KANSAS CITY CHIEFS

Kelce é apenas cinco meses mais novo que Gronk, mas entrou na liga três anos depois, sendo recrutado na terceira rodada de 2013. Com bastante força física para causar pesadelos nos defensores, é bom em improvisar rota e também faz um bom trabalho protegendo o quarterback.

Ele vem de três temporadas com mais de mil jardas recebidas, sendo que seus números ficaram ainda melhores jogando com Pat Mahomes. Ele foi alvo 150 vezes, fez 103 recepções, acumulou 1.336 jardas e anotou 10 touchdowns.


ZACH ERTZ - PHILADELPHIA EAGLES

No mesmo draft de 2013, Zach Ertz foi o segundo tight end selecionado, sendo recrutado pelo Philadelphia Eagles na segunda rodada, como o 35º geral. E seu papel no ataque foi crescendo no passar dos anos.

O técnico Doug Pederson destaca a facilidade que Ertz tem em criar vantagem nos duelos com a marcação por conta de seu físico, e por isso mesmo no último ano ele foi alvo 156 vezes conquistando 116 recepções, 1.163 jardas e oito touchdowns na temporada regular.


GEORGE KITTLE - SAN FRANCISCO 49ERS

Prospecto de Iowa, George Kittle não chegou na NFL cercado por grandes expectativas. Os 49ers o selecionaram com uma escolha de quinta rodada (nº 146) no Draft de 2017. Mesmo assim, ele teve impacto imediato na equipe de San Francisco. Em 15 partidas disputadas, garantiu 515 jardas em 43 recepções.

A temporada seguinte foi ainda melhor. Kittle se destacou com 1.377 jardas em 88 recepções, além de 5 touchdowns anotados e eleição para o Pro Bowl. Isso tudo sem a parceria durante toda a temporada com o quarterback titular da equipe, Jimmy Garoppolo, que se lesionou e ‘obrigou’ a franquia a promover o calouro Nick Mullens.


KYLE RUDOLPH - MINNESOTA VIKINGS

A briga parece fechada entre os três acima, mas o primeiro tight end da classe de 2011 pode pleitear alguns votos graças às suas duas eleições para o Pro Bowl e pelo papel importante que tem no ataque dos Vikings, sendo o primeiro a anotar um touchdown no U.S. Bank Stadium.

Em 2016 ele registrou o recorde da franquia ao receber 83 passes na temporada regular. No ano passado, agarrou 78% dos passes que foram em sua direção, com uma média de quase 10 jardas por recepção. Seus números talvez fossem melhores caso Kirk Cousins não tivesse sofrido tanto.


ERIC EBRON - INDIANAPOLIS COLTS

O camisa número 85 dos Colts configura nesta lista porque se autoproclama o ‘melhor Tight End após a aposentadoria de Gronkowski’. Mas será que é mesmo? Prospecto de North Carolina, Ebron foi a décima escolha no Draft de 2014.

Em sua passagem pelo Detroit Lions, o atleta passou por ‘altos e baixos’, mas garantiu uma média de 517 jardas por temporada. Porém, foi na passada, em sua estreia pelo Indianapolis Colts, que Ebron brilhou. Ele atuou em 16 partidas, anotou 13 touchdowns (10 a mais que Gronkowski) e garantiu 750 jardas em 66 passes recebidos. Além disso, foi eleito para o Pro Bowl pela primeira vez na carreira.