<
>

NFL: Duzão decide seu futuro nesta segunda-feira e se mostra confiante de que irá conquistar um lugar na liga

play
Brasileiro Durval Neto será observado por equipes da NFL antes do Draft (1:36)

Jogador defensivo participou do ESPN League (1:36)

Nesta segunda-feira, Durval Neto, o “Duzão”, deu mais um passo para a grande chance de sua vida. Escolhido para participar do NFL Undiscovered, ele irá se apresentar para agentes das 32 franquias na tentativa de conseguir um contrato e se tornar o primeiro “skill player” brasileiro da liga.

Na última sexta-feira, o defensive tackle participou ao vivo no ESPN League e deu entrevista para o ESPN.com.br. Às vésperas do evento, Duzão se mostrou bastante confiante das chances de conseguir um lugar na NFL.

“Posso dizer que é o dia mais importante da minha vida. Entendo que tudo que eu fiz na minha vida, caminhou para segunda-feira. Mas eu não estou abalado, assustado. Não tenho medo. Vou mostrar o que eu sou”, enfatizou Duzão, que ainda explicou que há duas semanas ele e os outros seis atletas estão sendo submetidos a uma rotina idêntica da que irão cumprir nesta segunda-feira.

Entre os exercícios que foram realizados, Durval acredita que seu diferencial está na agilidade. Pesando cerca de 150 kg, o defensor estabeleceu como meta correr o “tiro de 40 jardas” abaixo da marca de 5 segundos, um tempo ótimo para um defensive tackle.

“Não quero ser arrogante, mas eu estou muito confiante que eu vou conseguir. Tenho sempre feedback positivos dos coachs, que são pessoas que entendem e trabalham com os jogadores, que estão lá dentro (NFL). Tem que dar certo”, frisou Duzão.

Dos sete jogadores envolvidos neste programa, quatro terão um lugar garantido no pratice squad de uma franquia da AFC Leste (Patriots, Dolphins, Bills e Jets), podendo serem ativados ao elenco titular a qualquer momento.

Além disso, estes escolhidos precisarão se apresentar às equipes já no próximo dia 15 de abril e estarão “protegidos” por dois anos, não podendo ser cortados durante esse período.

De acordo com Duzão, aqueles que não assinarem contratos nesta semana do combine voltarão para suas casas e aguardarão um contato da NFL, que mediará o interesse das franquias nos jogadores.

ROTINA DE TREINAMENTOS

Além da preparação específica para o grande teste desta segunda, os escolhidos para participarem do NFL Undiscovered estão convivendo e treinando junto desde o final de 2018.

As atividades envolvem pesagem, fisioterapia, estudos teóricos e táticos, além de exercícios gerais e por posição. Encerrando o expediente, os sete, mais os treinadores, assistem a vídeos daquilo tudo o que foi feito durante o dia para identificarem quais aspectos precisam ser melhorados.

Uma das preocupações dos técnicos que trabalham com Duzão e os outros seis atletas é relacionada ao preparo mental. Durante o processo de treinamento, eles foram condicionados a se adaptarem à realidade da liga, que está sempre passando por mudanças, sejam elas de jogadores ou até mesmo de regras, como ocorreu recentemente.

“Para você jogar na NFL, seu conhecimento precisa ser amplo. Além da sua velocidade física, você precisa ter uma velocidade mental muito rápida. Hoje eu entendo as movimentações pré-snap e tudo que está acontecendo atrás de mim. Algo que eu não tinha antes”, contou Duzão.

“A leitura do playbook é muito importante. Nos times, eles dão 300 jogadas para você decorar em três dias, se você não souber decorar e trabalhar, não tem como”, apontou uma outra importância do condicionamento mental exercido aos jogadores.

Sobre a relação que desenvolveu com os companheiros de NFL Undiscovered, Duzão disse que a NFL trabalhou para construir um entrosamento entre o grupo durante o período de preparação. Assim, segundo o defensor brasileiro, se tornou inevitável criar uma relação de certa maneira “familiar” com os outros jogadores.