<
>

NFL: agora no Cleveland Browns, Kareem Hunt é suspenso por oito jogos por violência contra mulher

play
Comentarista não vê o Cleveland Browns como favorito na NFL: 'Chegue aos Playoffs primeiro' (1:31)

Stephen A. Smith afirmou que o time tem talento, mas não aposta em uma franquia que está há 17 anos longe da pós-temporada (1:31)

A NFL anunciou nesta sexta-feira que suspendeu por oito partidas na próxima temporada o running back Kareem Hunt, do Cleveland Browns, por violar a política de conduta pessoal da liga.

O atleta foi filmado por câmeras de segurança em fevereiro de 2018 empurrando e chutando uma mulher durante uma briga perto de sua residência, em Cleveland. Na época, o vídeo não era conhecido do grande público, e a vítima decidiu não prestar queixa, abafando o caso.

Porém, quando o vídeo foi divulgado em novembro de 2018, percebeu-se a gravidade da situação e o jogador foi cortado pelo Kansas City Chiefs, além de posteriormente afastado pela NFL.

Em fevereiro deste ano, os Browns decidiram contratar Kareem Hunt por um ano, apesar do incidente.

O jogador comunicou à liga que não irá recorrer e aceitará a punição que o retira de metade da temporada. Ele perderá US$ 303,5 mil (cerca de R$ 1,16 milhão) de seu salário base, quase 50% do valor total.

"Quero novamente pedir desculpas pelas minhas ações na última temporada. Sei que meu comportamento machucou muitas pessoas e novamente peço desculpas a elas. Eu respeito as decisões disciplinares da liga e agradeço o tempo que passei com o comissário Goodell na semana passada", disse Hunt.

"Meu comprometimento em conquistar a confiança da liga, dos meus companheiros, da organização e da comunidade por meio de minhas ações vai continuar e eu entendo que há muito trabalho duro pela frente antes de eu poder voltar a jogar o jogo que eu amo", afirmou o atleta em comunicado.