<
>

New England Patriots vence Los Angeles Rams e conquista o Super Bowl LIII

O NEW ENGLAND PATRIOTS É SEIS VEZES CAMPEÃO DO SUPER BOWL!

Se a expectativa era de que o Super Bowl LIII seguisse a tendência do ano anterior e fosse um espetáculo com muitos pontos, mas a história acabou de forma completamente oposta e o primeiro touchdown do jogo só foi sair quando faltava menos da metade do quarto período, e foi o suficiente.

As defesas levaram a melhor por quase todo o jogo, e os Patriots levaram a melhor sobre Los Angeles Rams pelo placar de 13 a 3, a mais baixa soma de pontos da história da decisão.

Um ano depois de serem os derrotados com mais pontos da história do Super Bowl, agora foram os campeões com menos pontos.

Sony Michel foi o único jogador a entrar na end zone, sendo que os dois quarterbacks, Tom Brady e Jared Goff, terminaram sem passes para touchdown e com uma inteceptação cada.

Os Patriots agora se juntam ao Pittsburgh Steelers como os maiores campeões da história do Super Bowl, e Brady se isola como único jogador da história a ter seis anéis de campeão.

Confira todas as estatísticas da grande decisão clicando aqui.

UM COMEÇO MAIS DO QUE LENTO

Os Patriots começaram o jogo com um bom aproveitamento no jogo terrestre, mas quando Tom Brady tentou seu primeiro passe no jogo, Cory Littleton apareceu para fazer a terceira interceptação mais rápida da história do Super Bowl.

Os Rams, porém, não aproveitaram. Foram seis punts do ataque da equipe de Sean McVay, que pela primeira vez passou um primeiro tempo zerado e produziu apenas 57 jardas, com duas primeiras descidas.

Já o ataque de New England foi melhor nos números, com 151 jardas e 12 primeiras descidas conquistadas, mas conseguiu produzir apenas três pontos.

Isso porque Stephen Gostkowski conseguiu quebrar a sequência de 31 chutes bem-sucedidos para menos de 50 jardas no Mercedes-Benz Stadium, perdendo um de 46 jardas. Porém, foi dele o chute de 42 jardas que impediu o placar completamente zerado.

Se em Minneapolis, no Super Bowl LII foram 34 pontos e 492 jardas no primeiro tempo, em Atlanta foram apenas três, com 183 jardas.

Menos pontos? Só no Super Bowl IX, quando o Pittsburgh Steelers foi para o vestiário vencendo o Minnesota Vikings por 2 a 0.

SEGUINDO O RITMO

O segundo tempo começou com a posse dos Rams. Desta vez veio uma conquista de primeira descida, mas logo a defesa dos Patriots conseguiu forçar mais uma quarta descida, fazendo de LA a primeira equipe a ir para o punt em sete campanhas seguidas em um Super Bowl.

Se o punt era “tendência”, Johnny Hekker colocou seu nome na história, conseguindo um chute maravilhoso dentro da própria end zone, mandando por 65 jardas, o mais logo de todas as decisões.

Então o ataque dos Rams parecia ter acordado, com a mais longa campanha que quase foi coroada com um TD de Cooks evitado no último instante. Os Patriots, sem Chung, que saiu machucado, ao menos conseguiram forçar a quarta descida e Greg Zuerlein empatou o jogo com um field goal de 53 jardas.

TUDO OU NADA

Pela primeira vez na história um Super Bowl chegou ao quarto período sem um touchdown sequer e o cenário só foi mudar quando restavam sete minutos para o fim do jogo.

Brady comandou uma campanha quase perfeita, começando com um belo passe para Gronkowski, depois conectou outro com Edelman, Burkhead e finalizando com um passe de 29 jardas para Gronk, que caiu na linha de duas jardas. Aí foi só Sony Michel correr para a end zone, seu sexto touchdown na pós temporada, ampliando seu recorde para um calouro.

A resposta dos Rams veio em seguida, e Cooks mais uma vez esteve perto de anotar um touchdown. Goff mais uma vez foi para o passe longo na direita, e desta vez foi Gilmore quem conseguiu a interceptação, no primeiro turnover a favor dos Patriots.

A tensão foi até o último instantes, quando os Patriots estavam em posição de chutar um field goal na quarta descida para polegadas. Era a hora de Gostkowski se redimir com um field goal de 41 jardas com 1 minuto e 16 segundos no relógio, e ele colocou lá dentro, no limite.

A "adaga no peito" veio com o field goal errado de Zuerlein, mandando para fora o chute de 48 jardas que representaria uma desesperada chance de vitória.