<
>

NFL Pro Bowl: com Trubisky e Prescott, os 'alternativos' que ganharam vaga no jogo das estrelas

Viagem para Orlando, fim de semana de diversão e a honra de ser chamado como “Pro Bowler” pelo resto da carreira. É isso que 31 jogadores da NFL aproveitam neste domingo, mesmo sem serem eleitos – algo que acontece todos os anos na liga.

Dos 88 nomes que participarão do “jogo das estrelas”, que começa às 18h (com transmissão da ESPN e WatchESPN), mais de um terço deles não estava na primeira lista de selecionados. Isso porque muitos dos jogadores escolhidos desistem da partida.

Só no ataque da Conferência Nacional, são 13 jogadores chamados de “alternativos” – ou seja, atletas que não estavam na primeira lista de selecionados. É mais de um time!

Entre os quarterbacks, posição mais nobre da NFL, são quatro sortudos que não foram eleitos, mas levaram a honraria: Andrew Luck, DeShaun Watson, Dak Prescott e até o contestado Mitchell Trubisky.

A votação

Os escolhidos para o Pro Bowl são selecionados por técnicos, jogadores e votação popular, cada categoria com peso igual. Caso um dos vencedores não possa comparecer no jogo, o melhor votado que ficou de fora é convidado para o seu lugar.

Os jogadores de Los Angeles Rams e New England Patriots, concentrados no Super Bowl, são os primeiros desfalques. Os eleitos lesionados também são cortados. Nas duas situações, o jogador mantém a honra de Pro Bowler. Mas se um atleta recusar o convite, ele perde esse título.

Essa situação, porém, é rara. Na maioria das vezes, os jogadores que preferem curtir as férias a participar do espetáculo alegam uma lesão e mantém a honraria.

Não importa se o jogador foi eleito de primeira ou como “alternativo”: ele recebe o carimbo de Pro Bowler. A única diferenciação está no dinheiro. Os primeiros costumam receber bônus contratuais, ao passo que os últimos, não.

Veja a lista dos “sortudos” que herdaram a vaga no jogo das estrelas!