<
>

Como paralisação de governo americano fez Trump empanturrar de fast food campeões do futebol americano

Os jogadores de Clemson, campeões nacionais na temporada do futebol americano universitário, foram recebidos pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de uma forma inusitada na Casa Branca.

Convivendo com a paralização nas contas do governo, que afetou o pagamento de salários aos funcionários públicos, a refeição dos jogadores foi à base de fast food. E segundo o próprio Trump, foi ele mesmo quem bancou a comida.

“Nós saímos e pedimos fast food americano, e eu paguei. Muitos hambúrgueres, muitas pizzas. Acho que eles gostaram mais do que que qualquer coisa que poderíamos dar”, disse o presidente.

“Temos umas pessoas bem grandes aqui que gostam de comer, então acho que vamos nos divertir um pouco”, completou o mandatário, que já admitiu ser um amante deste tipo de comida.

A porta-voz do governo, Saha Huckabee Sanders, disse que boa parte da equipe que trabalha na Casa Branca foi liberada por conta da paralização, “então o presidente está pessoalmente pagando para que o evento seja servido com alguns dos fast foods favoritos de todos”.

O sucesso foi visto entre os atletas, que amontoaram caixas de hamburgueses, e comeram batatas-fritas servidas em copos personalizados com a estampa do governo.