<
>

NFL: Tom Brady e Philip Rivers farão o duelo mais 'experiente' da história dos playoffs

Neste domingo, às 16 horas (de Brasília), New England Patriots e Los Angeles Chargers se enfrentam, com transmissão da ESPN e do WatchESPN, na busca por uma vaga na final da Conferência Americana (AFC).

Este será o terceiro encontro de Tom Brady e Philip Rivers em pós-temporadas, sendo que o quarterback de New England levou a melhor nos embates dos playoffs de 2006 e 2007. Onze anos depois do último duelo, o jogo terá uma marca curiosa.

Em uma temporada em que muitos quarterbacks jovens ganharam destaque, Brady e Rivers somarão 78 anos e 198 dias, estabelecendo um novo recorde para a idade de quarterbacks rivais em jogos de pós-temporada.

Tom Brady colabora com a maior parte da conta, já que tem 41 anos e 160 dias. Mas Rivers não fica tão atrás, tendo completado 37 anos no último dia 8 de dezembro.

A marca anterior também contava com Brady, que fez com Peyton Manning, na final da AFC em 2017, um duelo de 78 anos e 114 dias, desta vez com o camisa 12 dos Patriots como o mais jovem (38 contra 39 anos do então jogador do Denver Broncos).

Na história da pós-temporada há ainda um confronto “mais velho”. No dia 3 de janeiro de 1971, o Baltimore Colts tinha Johnny Unitas como seu quarterback na vitória sobre o Oakland Raiders. George Blanda jogou a maior parte da partida aos 43 anos, porém ele veio do banco de reservas, substituindo Daryle Lamonica, então titular de 29 anos.