<
>

NFL: Colts amassam Texans em Houston em grande partida de Andrew Luck e agora visitam Chiefs e Mahomes

Pela primeira partida do wild card da NFL, o Indianapolis Colts passou por cima do Houston Texans, vencendo por 21 a 7, e garantiu sua vaga na semifinal da Conferência Americana (AFC). Agora, enfrenta o Kansas City Chiefs de Patrick Mahomes, candidato a MVP, às 19h35 do próximo sábado (12), AO VIVO na ESPN e no WatchESPN.

A partida teve três grandes destaques: Andrew Luck, quarterback vencedor que somou 222 jardas e 2 touchdowns; Marlon Mack, running back, bateu o recorde de jardas corridas na história da franquia em um jogo de playoffs, com 148; e a linha defensiva dos Colts como um todo, que, fora de casa, parou o ataque de Houston.

Especificamente contra os Texans, os números de Luck foram espetaculares. Na atual temporada, as equipes se enfrentaram três vezes, e Luck lançou para mais de 1000 jardas somadas contra eles. Apenas outros dois QBs na história conseguiram lançar quatro dígitos de jardas contra a mesma equipe em uma temporada: Dan Fouts, em 1980, e Steve Young, em 1998.

Do outro lado, Deshaun Watson, QB dos Texans, sentiu sua primeira partida de playoffs de NFL. Com uma média de 3,2 jardas aéreas por lançamento no jogo, a pior de sua carreira, o atleta de 23 anos decepcionou.

Nas três primeiras campanhas do jogo, em 11 minutos, os Colts já marcaram dois touchdowns, não cederam sequer uma primeira descida para os Texans e abriram 14 a 0. No primeiro, passe de Andrew Luck para Eric Ebron, que pontuou em todos os três jogos contra o time de Houston na temporada; no segundo, corrida de Marlon Mack.

Os Texans ficaram 14 pontos atrás de seus adversários nas três primeiras partidas da temporada regular, contra Patriots, Titans e Giants - três derrotas. A primeira vitória veio apenas na semana 4, contra o próprio Indianapolis Colts.

Com 24 segundos para o fim do primeiro quarto, Deshaun Watson foi interceptado, para desespero da maioria presente no NRG Stadium. Na campanha seguinte, ressurgiu a esperança: J.J. Watt desviou lançamento de Luck e Brandon Dunn interceptou.

A alegria durou pouco. No meio do segundo quarto, Andrew Luck lançou para Eric Ebron e os Colts abriram 21 a 0.

Com 1:20 minuto para terminar o segundo quarto, os Texans, da linha de 9 jardas, arriscaram uma quarta descida para uma jarda ao invés de chutar. Deshaun Watson procurou Deandre Hopkins, não foi feliz, e consolidou um primeiro tempo para se esquecer. Pela primeira vez como titular com a camisa dos Texans, o QB foi para o intervalo sem o time pontuar.

Os Colts, por sua vez, foram quase perfeitos. Converteram todas as terceiras decidas que tiveram (6-6) e, em cinco campanhas, fizeram três touchdowns (sofreram uma interceptação e, na última, foram parados pelo relógio). Ainda conseguiram 20 primeiras descidas, o máximo de uma equipe visitante nos playoffs desde 1970.

O terceiro período foi morno e terminou em 0 a 0. O fio de esperança da torcida presente se manteve existente por uma quarta descida bem-sucedida no último minuto. Essa quarta decida deu sequência à campanha dos Texans que, com 11 minutos restantes no último quarto, fizeram um touchdown com Watson lançando Keke Coutee e cortaram a desvantagem para 21 a 7.

Entretanto, foi só. Apesar de recuperar a bola com oito minutos restantes no último quarto, não conseguiu transformá-la em nada e terminou sua última partida na temporada apenas com 7 pontos.

Em uma semana, os Colts visitam os Chiefs, o que pode ser animador. Por que? Em playoffs, essas equipes se enfrentaram quatro vezes, com quatro vitórias do time de Indianápolis.