<
>

NFL: Texans e Bears crescem, mas G-4 segue estável: confira o novo Power Ranking

play
Packers demitem técnico na NFL, e Rodgers fala em processo de 'luto': 'Tão chocado quanto muitos de vocês' (0:46)

Mike McCarthy foi dispensado de Green Bay depois da derrota para o Arizona Cardinals (0:46)

Entramos no último mês da temporada da NFL e a briga por vagas nos playoffs e descanso na primeira rodada é bastante intensa.

Hora então de analisarmos o que aconteceu em novembro e entendermos melhor quem está em vantagem pela pós-temporada e até mesmo pela briga pelo título. Lesões mudaram o cenário na NFC Leste, os Rams já resolveram a parada na NFC Oeste, e a briga é boa na AFC - exceto pela divisão Leste, que segue sem surpresas.

Nossos especialistas analisaram os times e, em conjunto (mas é claro que com muita discussão) chegaram à esta ordem de força. Confira:

32. Oakland Raiders
Campanha: 2-10
Posição na última lista: 32º

Oakland segue no projeto 'tankando para Las Vegas' e tem a pior campanha da AFC. Com jogos contra Steelers, Bengals, Broncos e Chiefs, os Raiders vencem no máximo mais uma partida (contra os Bengals) até o fim do ano. - Gustavo Faldon


31. San Francisco 49ers
Campanha: 2-10
Posição na última lista: 31º

Enquanto algumas equipes vislumbram vaga nos playoffs ao fim a temporada regular, o San Francisco 49ers, se pudesse escolher, provavelmente queria o fim do ano o quanto antes. A lesão de Garoppolo ainda na semana 3 acabou com as pretensões do time, que agora caminha como um forte candidato a ficar com a top pick próximo Draft. A opção para San Francisco nos jogos restantes é identificar as deficiências (que não são poucas) e corrigi-las pensando no retorno de Garoppolo, além de Jerick McKinnon na posição de running back titular. - Andrei Paternostro


30. Arizona Cardinals
Campanha: 3-9
Posição na última lista: 29º

Já pensando em 2019 faz tempo, os Cardinals continuam sua temporada de reconstrução. Com Josh Rosen amadurecendo na NFL, a franquia apresenta brilhos bem esporádicos, como por exemplo a vitória sobre o Green Bay Packers no último domingo, que marcou o fim da linha para o técnico Mike Mcarthy no comando dos cabeças de queijo. O futuro ainda é incerto, mas a certeza na posição de quarterback é um bom ponto de partida para o retorno dos Cardinals ao protagonismo. - Paternostro


29. New York Jets
Campanha: 3-9
Posição na última lista: 27º

Sam Darnold está para voltar, mas o torcedor dos Jets ainda digere a derrota para os Titans, em jogo que tiveram larga vantagem no placar e ainda sim perderam. O processo, contudo, dificilmente se passará nas mãos do técnico Todd Bowles. Será que vale um esforço por Mike McCarthy? - Rafael Belattini


28. Buffalo Bills
Campanha: 4-8
Posição na última lista: 28º

No jogo contra os Dolphins o ataque dos Bills produziu 415 jardas e a defesa permitiu apenas 175. Reflexo da melhor defesa contra o passe de toda a NFL, uma qualidade que não se espera de uma equipe que venceu apenas quatro jogos. Mas a franquia de Buffalo insiste em achar maneiras de perder. - Belattini


27. Detroit Lions
Campanha: 4-8
Posição na última lista: 20º

Uma vitória nos últimos seis jogos. A temporada dos Lions acabou faz tempo, e as três derrotas dentro da própria divisão – uma para os Vikings e duas para os Bears – só deram mais dor de cabeça para o treinador Matt Patricia em sua temporada de estreia no cargo. - Matheus Zucchetto


26. New York Giants
Campanha: 4-8
Posição na última lista: 30º

Nos últimos quatro jogos foram três vitórias e uma derrota doída para os Eagles, na semana 12. Isso quer dizer pouca coisa quando as duas primeiras vitórias foram contra 49ers e Bucs, e a boa vitória sobre os Bears quase teve um desfecho diferente com um onside kick recuperado para empatar. Ah, a boa notícia é que Odell Beckham Jr. tem um rating perfeito de QB.... isso mesmo. - Belattini


25. Jacksonville Jaguars
Campanha:
4-8
Posição na última lista: 21º

Os Jaguars são uma das maiores decepções da temporada. Após um bom começo, o time não conseguiu ser consistente na defesa e os problemas no ataque afetaram as chances de playoff de Jacksonville. Na próxima rodada, a equipe da Flórida já poderá ser matematicamente eliminada da pós-temporada. - Rafael Souza


24. Tampa Bay Buccaneers
Campanha:
5-7
Posição na última lista: 24º

Os Buccaneers não voltaram ao nível das duas primeiras semanas. Ok. Mas o time também não é mais fraco como foi enquanto tentava se decidir entre Jameis Winston e Ryan Fitzpatrick. As vitórias sobre Giants e Panthers alimentam as esperanças de playoffs mais uma vez. - Zucchetto


23. Cincinnati Bengals
Campanha:
5-7
Posição na última lista: 11º

É difícil encontrar alguma franquia numa fase pior que os Bengals. A defesa é a segunda pior em pontos cedidos nos últimos cinco jogos. O ataque? Segundo pior em pontos anotados. Com muitas lesões, incluindo Andy Dalton e AJ Green, Cincinnati deixa para trás o bom início de temporada e a torcida já pensa em 2019. - Sacramento


22. Cleveland Browns
Campanha:
4-7-1
Posição na última lista: 26º

Os Browns venceram 50% dos jogos desde a demissão de Hue Jackson - as derrotas foram para os superiores Chiefs e Texans. Os jovens talentos da equipe seguem mostrando potencial, mas oscilando como boa parte dos calouros. Com Panthers, Broncos e Ravens pela frente, Cleveland pode ser o “fiel da balança” na briga dos outros por Wild Card. - Sacramento


21. Green Bay Packers
Campanha:
4-7-1
Posição na última lista: 12º

Finalmente aconteceu. Os Packers demitiram o treinador Mike McCarthy depois do vexame em casa contra o Arizona Cardinals. São três derrotas seguidas e os playoffs já parecem estar muito longe. E a demissão de McCarthy coloca um ponto final na temporada de Green Bay. - Zucchetto


20. Atlanta Falcons
Campanha:
4-8
Posição na última lista: 17º

Depois de três vitórias seguidas, os Falcons voltaram a sonhar com os playoffs. Mas isso já é passado. Assim como o rival de divisão Carolina Panthers, Atlanta perdeu quatro partidas consecutivas. A discussão agora é se vale a pena deixar Matt Ryan em campo nas semanas finais de uma temporada que já não traz mais esperanças. - Zucchetto


19. Miami Dolphins
Campanha:
6-6
Posição na última lista: 19º

Com um ataque questionável e uma defesa com muitos (e muitos mesmo) problemas, é até estranho notar que os Dolphins ainda sonham com ao menos uma vaga de wild card – isso sem falar no improvável título da divisão. A explicação está na capacidade de produzir turnovers, com interceptações em 4,8% dos passes dos adversários (melhor marca da liga). - Belattini


18. Washington Redskins
Campanha:
6-6
Posição na última lista:

Depois de perder Alex Smith com uma forte cena da fratura na perna, as coisas foram ladeira abaixo. Os Cowboys assumiram a liderança da divisão, Colt McCoy também está fora da temporada com uma fratura na perna e resta apenas Mark Sanchez. Os Redskins não parecem se importar com polêmicas, pois contrataram Reuben Foster, mas dificilmente cogitarão alguém como Kaepernick. - Belattini


17. Carolina Panthers
Campanha:
6-6
Posição na última lista:

Quatro derrotas seguidas levaram os Panthers para uma campanha de seis vitórias e seis derrotas. Pior que isso, afastam o time dos playoffs a cada semana. Não fosse pelo nível do running back Christian McCaffrey, os rumores sobre uma possível demissão do treinador Ron Rivera já teriam se tornado realidade. - Zucchetto


16. Philadelphia Eagles
Campanha:
6-6
Posição na última lista: 14º

A ressaca do Super Bowl parecia custar até mesmo uma vaga nos playoffs para os Eagles. Mas as duas últimas vitórias deixaram a franquia na briga pelo título da divisão, ou na cola por uma vaga no wild card. Será que o cenário vai acordar o time da Filadélfia? - Belattini


15. Tennessee Titans
Campanha:
6-6
Posição na última lista: 22º

Os Titans continuam sendo um dos times mais inconsistentes da liga. A campanha 6-6 posiciona a equipe na briga pelo Wild Card, mas, apesar de ter uma tabela acessível até o final da temporada, os Titans precisarão manter um bom desempenho no ataque e na defesa para alcançar a pós-temporada.- Souza


14. Denver Broncos
Campanha:
6-6
Posição na última lista: 25º

Denver já era praticamente carta fora do baralho, mas três vitórias seguidas, sendo duas delas gigantes contra Chargers e Steelers, recolocam o time na rota do sonho. Phil Lindsay é o favorito ao título de calouro ofensivo da temporada. - Faldon


13. Indianapolis Colts
Campanha: 6-6
Posição na última lista: 23º

Os Colts vinham de cinco vitórias seguidas, mas a derrota para os Jaguars complicou a ambição de de vencer o título da divisão. A tabela de Indianapolis não é tranquila, mas a equipe segue na briga por vaga no Wild Card da AFC, com apenas um jogo de desvantagem para o Baltimore Ravens.- Rafael Souza


12. Minnesota Vikings
Campanha:
6-5-1
Posição na última lista:

É difícil entender o que acontece com os Vikings. A defesa não parece ser o problema, mas o ataque liderado por Kirk Cousins simplesmente não funciona – Minnesota não marca mais de 20 pontos desde a semana 5, contra os Eagles. Nos quatro jogos que faltam, Cousins terá de fazer sua unidade ser mais eficiente encarando rivais diretos como Seahawks e Bears. - Zucchetto


11. Baltimore Ravens
Campanha:
7-5
Posição na última lista: 15º

Desde a saída de Joe Flacco, os Ravens venceram todos seus três jogos. Lamar Jackson comanda o melhor ataque terrestre da NFL no período, com quase 240 jardas por partida. Incrível! O ataque aéreo é o ponto de interrogação do time, que terá de decidir por um dos dois QBs para liderá-los na caça aos Steelers na AFC Norte. - Sacramento


10. Seattle Seahawks
Campanha:
7-5
Posição na última lista: 16º

Um mês se passou e os Seahawks se aproximaram mais de uma vaga no Wild Card da NFC. O triunfo sobre os 49ers, partida que marcou o reencontro de Richard Sherman e Seattle, foi marcante e importante, pois agora a equipe depende apenas dela para avançar a pós-temporada. O calendário não é nada fácil, mas a franquia aposta na ótima temporada de Russell Wilson e na força do CenturyLink Field para os duelos contra Vikings, Chiefs e o rival Cardinals. No meio do caminho, ainda tem o “clássico de volta” com os 49ers, no Levi’s Stadium. - Paternostro


9. Dallas Cowboys
Campanha:
7-5
Posição na última lista: 18º

A lesão de Alex Smith esquentou as coisas na NFC Leste e os Cowboys agora são favoritos ao título da divisão e a vaga nos playoffs. A forte defesa segurou o poderoso ataque dos Saints, no jogo que surpreendeu a maioria dos apostadores. Jerry Jones e Jason Garrett riem - Belattini


8. Pittsburgh Steelers
Campanha:
7-4-1
Posição na última lista:

Os Steelers têm uma defesa e um ataque Top 5 em jardas nas últimas cinco semanas. Como podem, então, enfrentar uma má fase? A resposta está nos turnovers: cometeu oito e forçou apenas três no período. Com Patriots e Saints pela frente, é preciso parar de dar tiros no próprio pé para que Pittsburgh tenha sucesso na reta final da temporada. - Sacramento


7. Los Angeles Chargers
Campanha:
9-3
Posição na última lista:

Os Chargers venceram o primeiro 'cachorro grande' da temporada ao bater os Steelers em Pittsburgh de virada. O calendário tem sido favorável, e o time de Los Angeles só perdeu para Rams, Chiefs e teve um tropeço inesperado contra os Broncos. Ainda é possível sonhar com o título da divisão. - Faldon


6. Chicago Bears
Campanha:
8-4
Posição na última lista: 10º

Os Bears viveram seu melhor momento em toda a temporada durante o mês de novembro. A vitória contra os Vikings deu vantagem de sobra na NFC Norte – que só aumentou contra os Lions. Mesmo sem Mitch Trubisky, fora de dois jogos por lesão no ombro, o time seguiu competitivo. Mesmo com a derrota para os Giants, os Bears seguem favoritos ao título da divisão – principalmente com a defesa jogando no nível que está. - Zucchetto


5. Houston Texans
Campanha: 9-3
Posição na última lista: 13º

Os Texans continuam em ótimo momento, agora com nove vitórias seguidas depois de um começarem 0-3. Na próxima rodada, já podem garantir o título da divisão e assegurar vaga nos playoffs. Se a boa fase continuar, os Texans devem brigar até o final por uma folga na primeira rodada da pós-temporada. - Souza


4. New England Patriots
Campanha:
9-3
Posição na última lista:

A vitória contra os Vikings, no último final de semana, representa bem a temporada dos Patriots. O ataque tem momentos brilhantes, com campanhas rápidas que terminam na end zone, mas também sofre na red zone e passa por minutos de marasmo. Resta apenas um jogo contra time com campanha positiva (Steelers), então está tudo tranquilo. - Belattini


3. Kansas City Chiefs
Campanha:
10-2
Posição na última lista:

O caso Kareem Hunt pode ser uma distração para o time. Certamente no único teste sem o runnig back não dá para medir o tamanho da sua ausência. Afinal, foi contra os Raiders. Definitivamente os Chiefs perdem sem Hunt, mas ainda assim segue no topo da lista de favoritos ao título porque Andy Reid e cia são muito mais do que apenas um running back - Faldon


2. New Orleans Saints
Campanha:
10-2
Posição na última lista:

Até o jogo contra os Cowboys, não havia discussão: os Saints eram o melhor time da NFL. Mas a derrota para Dallas, com apenas 10 pontos marcados, atrapalha um pouco o momento do time de Drew Brees. Mesmo assim, a divisão é de New Orleans – e torça para seu time não enfrentá-los nos playoffs. - Zucchetto


1. Los Angeles Rams
Campanha:
11-1
Posição na última lista:

Apesar da derrota para os Saints na semana 9, os Rams seguem em ritmo de favorito ao Super Bowl. Com a vitória sobre os Lions nesse domingo, a equipe foi a primeira a garantir a classificação antecipada para os playoffs na temporada. Embora a defesa ainda apresente pontos de insegurança, o ataque, com Todd Gurley e Jared Goff em alto nível, continua como o pilar que deve levar os Rams muito longe. - Paternostro