<
>

Brigas, ameaça, provocações e também muito futebol americano: o resumo da Semana 12 da NFL

A Semana 12 da NFL chegou ao fim com a vitória do Houston Texans sobre o Tennessee Titans, batendo o recorde da franquia texana com oito triunfos consecutivos.

A temporada está entrando em sua reta final e os ânimos estão bastante exaltados. A prova disso é que a sobrou provocação, briga, situações inusitadas, e até um campeão do UFC entrou no meio da conversa.

Confira nosso resumo da 12ª semana da temporada.

HOMENAGEM (1)

No dia de Ação de Graças, Amari Cooper foi um dos destaques da vitória do Dallas Cowboys sobre o Washington Redskins, acumulando oito recepções e 180 jardas, com touchdowns de 40 e 90 jardas.

Em uma das comemorações, uma interpretação de Markelle Fultz, do Philadelphia 76ers, conhecido por uma mecânica peculiar na hora do lance livre. Enquanto teve quem interpretasse como uma provocação, piada ou sátira, o próprio Fultz parece ter gostado.

GRONK E A END ZONE, BRADY E O RECORDE, PATTERSON E...

Todo mundo estranhava o fato de Rob Gronkowski estar tanto tempo longe da end zone, só tendo anotado um TD na temporada, justamente na primeira semana. Mas ele voltou a cravar a bola em sua tradicional comemoração, agradecendo também aos Jets, que trocaram uma 4ª para 2 por uma 3ª para 12, que Tom Brady tratou de capitalizar.

Afinal, não seriam 10 jardas que atrapalhariam o camisa 12, que registrou um novo recorde: ele agora é o líder em jardas na história da NFL, ultrapassando Peyton Manning quando os playoffs são contabilizados.

Outro destaque da tarde foi Cordarrelle Patterson, mas não por usa única recepção no jogo (para uma jarda negativa).

QUEM FALA O QUE QUER...

Jalen Ramsey basicamente provocou todo mundo antes de começar a temporada. Mas agora, com a péssima fase dos Jaguars, está tendo que aguentar.

Durante o jogo o cornerback de Jacksonville chamou os jogadores dos Bills de “lixo”, mas a derrota veio, e o passado voltou, com Buffalo provocando ao lembrar quando Ramsey comentou um passe de Josh Allen dizendo que tratava-se de uma interceptação esperando para acontecer.

CLIMA QUENTE

Jaguars e Bills não ficaram apenas no discurso, e foram para as vias de fato.

Nem precisava ser um especialista em arbitragem para entender que tinha que rolar expulsão, mas está aí a palavra oficial para confirmar.

SE FALOU EM BRIGA...

... Connor McGregor tem que participar.

O astro do MMA não gostou que comparassem um passe de Blake Bortles, dos Jaguars, com o que ele tentou na visita ao Dallas Cowboys, e mandou o recado: “Abra os olhos antes que eu os feche”, escreveu em sua conta no Twitter.

Mas – com todo o respeito, McGregor – parece mesmo. E talvez seja por isso que Bortles perdeu a posição de titular.

HOMENAGEM (2)

Sabe aquele “climão” de encontrar a ex? E a sensação de dar aquele “tchauzinho” de longe ao perceber que você está se dando melhor depois da separação?

Damarius Randall fez isso ao interceptar Andy Dalton na vitória dos Browns – quebrando uma sequência de 25 derrotas fora de casa. A bola interceptada foi entregue nas mãos do ex-treinador da equipe, Hue Jackson, que hoje é assistente no rival Cincinnati Bengals.

QUEM RECONHECE OS BROWNS?

Os Browns venceram dois jogos seguidos pela primeira vez desde 84 partidas de temporada regular, e ficou bem claro que eles queriam muito este triunfo.

Njoku foi praticamente carregado para dentro da end zone, e Chubb fez uma recepção para guardar por toda a vida.

TEM QUEM ABUSE DA SORTE

Na semana passada Andrew Luck se jogou para tentar fazer uma recepção. Contra os Dolphins ele resolveu mostrar que sabia sim ficar com a bola, mas... precisava?

Com um longo histórico de lesões, será que realmente é uma boa ideia arriscar a saúde do quarterback que está levando o time a cinco vitórias seguidas?

QUER ENGANAR QUEM, CHARGERS?

Não é de hoje que afirmam que a ida dos Chargers para Los Angeles não foi uma boa ideia. A cidade já foi casa dos Raiders, rival de divisão da antiga franquia de San Diego, e o StubHub Center costuma receber mais torcedores do time visitante do que dos locais.

Neste domingo, contra o Arizona Cardinals, que não empolga ninguém, o pequeno estádio para pouco mais de 25 mil torcedores, apresentava muitos lugares vazios. O anúncio foi de que todos os ingressos foram vendidos, mas as pessoas devem ter encontrado algo melhor para fazer.

Se você não consegue encher um estádio pequeno mesmo com seu time vivendo boa fase e sonhando com playoffs, difícil imaginar quando irá conseguir.

97 JARDAS É TENDÊNCIA

Na semana 12 foram dois touchdowns de 97 jardas, e isso merece destaque. No domingo foi JuJu Smith-Schuster, que repetiu o que já havia feito na temporada passada, mas não conseguiu evitar a derrota dos Steelers para os Broncos.

No Monday Night Football foi a vez de Lamar Miller, que ganhou as 97 jardas com as pernas na vitória dos Texans sobre os Titans.

POR DEBAIXO DA CORDINHA, VOCÊ VAI TER QUE PASSAR

Para fechar nosso resumo em alto-astral, toda a ginga de Dalvin Cook, que passou por debaixo da cordinha – ou do Adam Thielen – para comemorar um touchdown na vitória dos Vikings sobre os Packers.

E na quinta-feira a defesa do Chicago Bears realmente deu show após garantir a vitória sobre os Lions.