<
>

NFL: Algo melhor que Rams x Chiefs? Confira a lista dos 10 maiores jogos de temporada regular da história

Se você não assistiu Los Angeles Rams 54 x 51 Kansas City Chiefs, pare agora e vá corrigir este grave erro. Faça isso agora mesmo, não importa qual desculpa irá usar para liberar essas quase quatro horas na agenda.

Será necessário passar o resto da temporada estudando para entender o que aconteceu. Foi o primeiro jogo da história da liga que ambos os times marcaram 50 pontos e, de alguma forma, foi decidido no fim pelo punter Johnny Hekker, e por Travis Kelce sofrendo para bloquear Samson Ebukam, que talvez tenha sido o MVP do jogo.

Teria sido esse o maior jogo da história da temporada regular da NFL?

Para definir isso, alguns critérios foram estabelecidos:

  • O jogo precisaria de pelo menos 35 pontos de cada equipe;

  • Ambos os times devem conseguir classificação para os playoffs;

  • O quarto período precisa de pelo menos uma mudança na liderança;

  • A diferença final de pontos deve ser de no máximo sete pontos;

  • Nada de empates;

  • Nada de reservas em campo, como em alguns jogos da semana 17.

Vamos aos escolhidos:

10. Chargers 41, Chiefs 38 na Semana 12 de 2013

Os Chiefs são costumeiros nesta lista, e não costumam ir bem. Este jogo foi na temporada de estreia de Andy Reid, com o começo 9-0 antes de uma derrota para os Broncos.

Os Chiefs lideravam por 28 a 24 no começo do quarto período, mas o placar mudou de mãos três vezes nos últimos oito minutos, e duas vezes com 82 segundos por serem jogados.

Um TD de 60 jardas de Ladarius Green colocou os Chargers com 34 a 31, mas os Chiefs marcaram com Dwayne Bowe restando 1 minuto e 22 segundos. Seyu Ajirotutu virou novamente com 31 segundos no relógio.


9. Packers 38, Giants 35 na Semana 13 de 2011

O jogo ganha importância pelas duas equipes terem se reencontrado nos playoffs, com a vingança dos Giants, que viriam a ser campeões do Super Bowl. Por outro lado, o jogo manteve a invencibilidade dos Packers, que defendiam o título e chegaram ao 11-0 neste jogo.

Tecnicamente a partida não teve uma virada na liderança no quarto período, mas os minutos finais foram de heroísmo. Restando 3:24 para o fim, os Packers venciam por oito pontos de vantagem, mas os Giants empataram o jogo com um TD de Hakeem Nicks e a conversão de dois pontos. A vitória veio com um chute de Mason Crosby quando restavam 37 segundos para o fim.

Aaron Rodgers viria a ser o MVP da temporada regular, enquanto Eli Manning seria o MVP do Super Bowl.


8. Patriots 38, Giants 35 na Semana 17 de 2007

Mais uma derrota famosa que os Giants viriam a vingar na pós-temporada.

Os Patriots já estavam mais do que garantidos nos playoffs e com a melhor campanha, mas o 15-0 incentivou que o time titular fosse para campo, atrás da temporada perfeita. Já os Giants, também classificados, queriam impedir a marca do adversário.

Os Giants lideravam por 28 a 16 no terceiro quarto e abriram o último quarto com 28 a 23. Então Tom Brady conectou passe com Randy Moss para um TD de 65 jardas que mudou a liderança. Com uma interceptação de Manning e um TD de Laurance Maroney, o placar ficou 38 a 28, mas os Giants tentaram voltar para o jogo com um TD de Plaxico Burress restando pouco mais de um minuto para o fim. A reação chegou ao fim com um fracassado onside kick.


7. Eagles 43, Rams 35 na Semana 14 de 2017

Escondemos este jogo na lista porque ele era um jogo de apenas dois pontos até Brandon Graham recuperar um fumble com o relógio zerado e retornar para touchdown. Mas esta partida também ficaria marcada pela lesão de Carson Wentz que parecia acabar com as chances dos Eagles na temporada.

Wentz ficou de fora de todo o quarto período, e restando 13:58 para o fim do jogo, Todd Gurleu anotou o TD que dava a liderança de 35 a 31 para os Rams. Mas Nick Foles liderou campanha que terminou em field goal e Chris Long conseguiu um strip sack em Goff, mas os Eagles não aproveitaram a boa posição de campo, virando o placar apenas com field goal. Então veio a tentativa de desespero dos Rams, e o TD que deu a vantagem maior.


6. Patriots 43, Chiefs 40 na Semana 6 de 2018

As duas equipes ainda não se garantiram nos playoffs, mas isso deve acontecer em breve. Então uma exceção foi aberta.

O último quarto teve duas mudanças na liderança, com o touchdown de 75 jardas de Tyreek Hill que empatou o jogo em 40 a 40. Igualdade que acabou quando Rob Gronkowski resolveu a parada e deixou a bola em condições de Stephen Gostkowski acertar o field goal da vitória.


5. Rams 41, Broncos 36 na Semana 1 de 2000

É difícil olhar para um jogo da primeira semana e ter uma real noção de como os time vão caminha no restante da temporada (vale lembrar da vitória dos Buccaneers sobre os Saints neste ano).

O TWA Dome estava em festa com a revelação do banner de campeão do Super Bowl anterior, mas os Rams mostraram alguns problemas que voltariam a aparecer no restante do ano. A franquia, então em St. Louis, teve três recebedores com pelo menos 100 jardas, porém Kurt Warner ainda seria interceptado três vezes.

Depois de chegar a estar perdendo por 35 a 20 nos instantes finais do terceiro quarto, os Broncos conseguiram a virada com 6:35 para o fim na interceptação de Terrell Buckley, deixando o jogo em 36 a 35. Mas Marshall Faulk deixou a bola na linha de uma jarda, e Brian Griese virou o jogo mais uma vez. Os Broncos foram para o desespero e tentaram até uma quarta para 33, mas o placar estava decidido.


4. Bucs 38, Rams 35 na Semana 16 de 2000

Os Rams de 2000 voltariam a aparecer na lista 15 semanas depois, mas agora perdendo para Tampa Bay, no confronto que envolvia a briga pela por vaga no wild-card.

O terceiro quarto terminou com os Bucs vencendo por 31 a 21, mas Warner, que novamente tinha lançado três interceptações, brilhou no quarto período. A diferença diminuiu para três pontos e depois de Shaun King ser interceptado na end zone, Warner conectou um touchdown de 72 jardas com Torry Holt, virando para 35 a 31.

Quando precisavam apenas de uma primeira descida para acabar com o jogo, os Rams foram conservadores e a bola voltou para Tampa que, nas mãos de King, caminhou 80 jardas em 79 segundos para voltar a liderar. Então foi a vez de Warner, que estava 6 de 6 para 143 jardas nos últimos 15 minutos, lançar uma interceptação restando 34 segundos.


3. Raiders 40, Cowboys 38 na Semana 8 de 1983

Um confronto gigante! Os Cowboys de Tom Landry estavam 7-0, enquanto os Raiders de Tom Flores estavam 5-2 e tinham acabado de trocar o quarterback, tirando Jim Plunkett para colocar Marc Wilson.

Os relatos da época dizem que o jogo foi de um caos divertido, com os Raiders ganhando mesmo sofrendo seis turnovers, graças a um fake filed goal antes do intervalo que resultou em falta por interferência no passe dentro da end zone. Depois do 31 a 24 no intervalo, Los Angeles chegou ao quarto período com a liderança por 34 a 24, mas a virada veio com dois TDs , um em passe de Danny White e outro ao recuperarem o quinto fumble da tarde.

Com um field goal, os Raiders perdiam por 38 a 37 com pouco menos de dez minutos para o fim. White então foi interceptado e Wilson comandou a campanha que terminou no field goal da vitória de Chrs Bahr.


2. Bills 47, Oilers 41 (OT) na Semana 3 de 1989

O jogo foi um encontro entre os futuros membros do Hall da Fama: Jim Kelly, pelos Bills, e Warren Moon, pelos Oilers. Buffalo havia vencido Houston nos playoffs do ano anterior, mas o jogo mais famoso viria em na pós-temporada de 1992, no confronto conhecido simplesmente como “The Comeback”.

Mas o jogo em 1989 foi um show no Astrodome, sendo esta uma das únicas seis partidas daquela temporada em que ambos os quarterbacks ultrapassaram as 300 jardas lançadas. Os Bills deixaram o placar em 34 a 24 no quarto período quando Kelly lançou Reed para um TD de 78 jardas, mas os Oilers invadiram a endzone duas vezes para virarem em 38 a 34. A resposta veio de forma imediata com Thurman Thomas, 41 a 38.

Então o caos reinou com a arbitragem tomando algumas decisões controversas (e sem ajuda do replay). Um chute de 52 jardas mandou a partida para a prorrogação.

O tempo extra também teve emoção. O primeiro a marcar pontos ganhava e os Oilers tiveram a chance do chute de 43 jardas. O bloqueio dos times especiais seria uma bela jogada dos Bills, mas uma falta de offside dos Bills anulou o lance e deu uma chance de 38 jardas. Para fora!

A vitória veio com um TD de Reed, que recebeu um passe curto de Kelly e transformou em 28 jardas e seis pontos.


1. Rams 54, Chiefs 51 na Semana 11 de 2018

Não é difícil defender a partida da última segunda-feira como a melhor da história da temporada regular. Afinal, as duas equipes chegaram com campanhas 9-1, e foi a primeira vez que um time marcou 50 pontos e ainda sim saiu de campo derrotado.

Isso sem falar que o time perdedor poderia ter deixado ainda mais pontos no marcador, já que o placar final foi estabelecido com 1:49 no relógio. Os Chiefs tiveram duas posses de bola com chances reais de ao menos empatar o jogo, mas Mahomes lançou interceptações nas duas oportunidades.

Mahomes, aliás, teve 478 jardas e seu segundo jogo com seis passes para TD na temporada, enquanto Goff somou 413 jardas e quatro TDs. Foram 14 touchdowns no jogo, um a mais do que os Bills tiveram nos 10 jogos de 2018.

Se é certo que este foi o melhor jogo do ano, é possível discutir que tenha sido sim o maior jogo da história da liga quando o assunto é temporada regular.