<
>

Quarterback novato iguala Tom Brady, e Jets estraçalham Lions em dia para se esquecer de Stafford

O torcedor de Detroit não vai querer lembrar da primeira partida da temporada de 2018 tão cedo.

O time da cidade até abriu a NFL jogando em casa e diante de um rival que não está exatamente entre os favoritos. Até por isso, a expectativa por uma vitória era grande. Mas quem foi ao Ford Field viu algo completamente oposto. O Detroit Lions não só perdeu como foi completamente estraçalhado pelo New York Jets por 48 a 17.

O curioso é que o começo de jogo parecia bem favorável a Detroit. A equipe abriu o placar logo aos 20 segundos de partida, em uma interceptação de Quandre Diggs contra o quarterback novato Sam Darnold logo na primeira vez que ele foi a campo.

E mesmo quando os Jets viraram a partida, os Lions buscaram o empate por 17 a 17. Depois disso, porém, o massacre foi gigante.

Muito por culpa de Matthew Stafford. Ele terminou o primeiro período sem nenhuma jarda aérea, só conseguiu um touchdown em todo o jogo e acabou interceptado quatro vezes. Chegou a ser substituído pelo reserva Matt Cassel, mas ele também foi interceptado pela defesa dos Jets.

Para piorar a situação de Detroit, o running back Isaiah Crowell ainda estava em um dia inspirado. Depois de perder 34 das últimas 35 partidas em que atuou – todas pelo Cleveland Brown, claro -, ele resolveu fazer de tudo para vencer. Foram 102 jardas corridas, com dois touchdowns para ele.

O próprio Sam Darnold conseguiu se recuperar e teve um jogo decente de 16 passes completados de 21 tentados, com 198 jardas e dois touchdowns – além da interceptação logo no primeiro lance.

Assim, ele igualou ninguém menos que Tom Brady, o último quarterback a estrear como titular vencendo por 31 ou mais pontos de vantagem – Brady fez em 2001, contra ninguém menos que o Indianapolis Colts de Peyton Manning.

Foi a maior pontuação da história dos Jets como visitante, quebrando o recorde de 47 pontos contra os Patriots em 1968. A equipe de Nova York também só não quebrou outra marca incrível porque não quis, com campanhas que só queimaram o tempo e terminaram na beira da end zone no final da partida. Desde 1973 um jogo da semana de abertura não tem um time anotando mais de 50 pontos.

As duas equipes voltam a campo agora no próximo domingo. Os Jets tentam manter o embalo recebendo o Miami Dolphins, enquanto os Lions viajam para jogar contra o San Francisco 49ers na Califórnia.