<
>

Los Angeles Rams atende pedido de melhor defensor de 2017, que terá contrato recorde

Com a proximidade da temporada regular da NFL, mais uma novela chega ao final. Aaron Donald, melhor jogador defensivo de 2017, está perto de fechar um acordo para estender seu contrato com o Los Angeles Rams.

De acordo com o repórter Adam Schefter, da ESPN, o defensive tackle assinará por seis temporadas, com um acordo total de US$ 135 milhões (R$ 558,33 milhões), sendo US$ 87 milhões (R$ 359,81 milhões) garantidos.

Se confirmado o contrato, Donald será o mais bem pago jogador defensivo da história da NFL, e pode permanecer na franquia da Califórnia por mais sete temporadas.

Escolha de primeira rodada em 2014, Donald entra em seu último ano de contrato de calouro, que prevê salários de US$ 6,9 milhões (R$ 28,53 milhões). Desde que estreou na liga, ele já ganhou prêmios de Calouro Defensivo do Ano, em 2014, Melhor Jogador Defensivo, em 2017, foi eleito All-Pro três vezes, quatro para o Pro Bowl, e acumula 39 sacks e nove fumbles forçados.

As negociações começaram após a temporada de 2016, quando os Rams terminaram com campanha 4-12, mas Donald terminou com oito sacks, cinco passes desviados e dois fumbles forçados. No ano passado, ele só compareceu aos treinos mandatórios para evitar multas, mas se apresentou no dia da estreia, sendo ativado apenas para a semana 2.

Mesmo assim, ele terminou o último ano com 11 sacks e cinco fumbles forçados em 14 partidas, contribuindo muito para o time voltar aos playoffs pela primeira vez desde 2004. Sem um novo contrato após isso tudo, mais uma vez Donald fez greve, e desta vez não foi nem para os treinamentos mandatórios.

A estreia dos Rams será no dia 10 de setembro, contra o Oakland Raiders, em Los Angeles, com transmissão da ESPN e do WatchESPN.